Home Escola Vítimas de violência no namoro aumentaram 60% em três anos.

Vítimas de violência no namoro aumentaram 60% em três anos.

286
0

Os sinais de uma juventude mais indisciplinada, violenta e que ainda por cima considera aceitável o inaceitável, deviam fazer soar todos os alarmes e mais alguns… Há quem diga que estamos perante uma maior consciencialização por parte das vítimas e consequente denúncia. Talvez, mas essa consciencialização já não existia há 3 anos ou no ano passado???

O número de vítimas de violência no namoro sinalizadas pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) aumentou quase 60% em três anos, entre 2014 e 2016, culminando com 767 vítimas no ano passado.

De acordo com os dados estatísticos do INMLCF sobre violência no namoro, a que a Lusa teve acesso, 2016 terminou com 767 pessoas vítimas de violência no namoro, o que representa um aumento de quase 10% em relação às 699 de 2015, mas significa um crescimento no número de casos de quase 60% quando comparando com as 484 vítimas de 2014.

Em declarações à agência Lusa, o responsável pelo estudo confirmou que, ao longo dos últimos três anos, tem constatado uma evolução de aumento do número de casos reportados ao INMLCF em que as vítimas identificam como sendo uma relação de namoro.

Já no que diz respeito aos agressores, há uma evolução nos últimos dois anos, já que em 2015 eram maioritariamente ex-namorados (52,9%), enquanto em 2016 foram sobretudo os namorados (51,8%).

As formas de agressão mais frequentemente reportadas são variadas e vão desde facadas (16), unhadas (56), puxão de cabelos (104), pontapés (142), empurrões (166), apertões (176) ou bofetadas (230), mas também murros (258) ou estrangulamento (59).

Vítimas de violência no namoro aumentaram 60% em três anos

(DN via LUSA)

Um em cada quatro jovens acredita que a violência no namoro é normal

(Público)

E para quem não viu, veja este episódio do E se Fosse Consigo da SIC.

https://youtu.be/hjTbc-gOLMc

P.S – E numa sociedade de contrastes…

Mais casos de violência contra idosos

(TVI24)

MAI espera “descida significativa” de crime violento

(TSF)

Disparam crimes contra animais

(Correio da Manhã)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here