Home Escola VII Encontro Nacional De Formadores

VII Encontro Nacional De Formadores

201
0

O Encontro Nacional de Formadores é um espaço de partilha e de colaboração dos diferentes profissionais da formação provenientes de distintos setores de atividade. É o reconhecimento da importância da formação e da aprendizagem ao longo da vida que nos une num mesmo espaço e num dia tão simbólico como “o Dia Nacional do/a Formador/a” que comemoramos no dia 18 de Novembro (data em que foi publicado o Decreto Regulamentar nº 66/1994, DR nº 267 de 18 de Novembro, que regulamenta pela primeira vez o exercício da atividade de formador). Tal como nos anos anteriores, existem dois momentos de reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos Formadores, e pelo importante papel no processo de aprendizagem, com a atribuição do Prémio Carreira e do Prémio Formador/a do Ano.

Não se pode “ aprender “ ninguém. Mas podemos levar qualquer um a aprender!

A frase ultrapassa o mero exercício de semântica para colocar no centro das preocupações uma condição incontornável de um processo que merece, de uma vez por todas, particular atenção, análise profunda, reflexão séria e efeitos práticos:
–    a APRENDIZAGEM é um processo idiossincrático e da responsabilidade de quem aprende!
A produção da investigação científica mais recente, que fez uma auspiciosa transição das meras pistas para evidências consistentes sobre a APRENDIZAGEM… ( como aprende o cérebro… e como potenciar as aprendizagens ), aumenta exponencialmente as responsabilidades de todos quantos, direta ou indiretamente, estão envolvidos nesta nobre, determinante e intemporal área de intervenção. E remete-nos para novos desafios.
A questão não está mais em sermos melhores a fazer o que fazemos mas em acedermos e incorporarmos o que fará de nós diferentes! Percebermos que a era da transmissão passou para a da missão transcendente em que o desígnio é a emancipação de quem, connosco, aprende, e o nosso papel o da instigação, do desafio, da mobilização da curiosidade e do entusiasmo.

Mas… estaremos nós realmente interessados na APRENDIZAGEM?
O que temos feito e, sobretudo, mudado… nas práticas e abordagens genericamente designadas como formativas?
Como poderemos explicar um tão voraz apetite por equipamentos, software, downloads e adereços dos mais sofisticados… se passamos ao lado ou descuramos o que, de facto, importa, ou seja, como cada um LIGA tudo quanto lhe é apresentado e o envolve?
Estamos a fazer as devidas incorporações das descobertas da ciência neste domínio?
Como poderemos, em alternativa, focar toda a energia que nos move e orientá-la para o cerne da questão, a promoção de ligações com significado e consistentes… afinal…, o núcleo e essência da APRENDIZAGEM?

Se aprendemos desde que nascemos…, porque não nos servimos do que aprendemos para gerar novas e melhores formas de levar os outros a aprender?

OBJETIVOS    

Tomando a APRENDIZAGEM como mote central e incorporando as achegas vindas da neurociência, sobretudo sobre o funcionamento do cérebro, em modo de aprendizagem, o VII ENCONTRO NACIONAL DE FORMADORES vai orientar-se para as seguintes metas:

    definir operacionalmente o conceito de APRENDIZAGEM;
    caraterizar os fatores potenciadores de qualquer processo de APRENDIZAGEM;
    elencar as estruturas, componentes e abordagens promotores de aprendizagens;
    mapear a aprendizagem em termos do funcionamento cerebral e do papel que os diversos fatores intervenientes desempenham no processo.  

(carregar na imagem para aceder)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here