Home Rubricas O que é um diretor escolar?

O que é um diretor escolar?

1129
1

1041624Uma escola define-se pelo seu diretor. Um bom diretor não garante a escola perfeita, mas garante condições de melhoria. Há várias  características que definem um bom diretor escolar, mas hoje trouxe as que considero mais importantes. São elas: ser visionário, agregar talentos, ter inteligência emocional.

Liderança visionária

Um diretor visionário tem bem definidos os valores que acredita servirem os que melhor garantem uma aprendizagem de excelência. Não aceita a postura “vamos ver como está para ver como é que fica”, muito comum nas escolas portuguesas. Sabe que a educação está a precisar de reflexões profundas e não se furta a esse esforço. Aquilo em que acredita foi sendo construído com a colaboração de outras pessoas, com quem trabalha em parceria, e articulado com a sua visão de escola. Quando encontramos uma escola assim, surgem questões como “o que se passa aqui?”, “o que torna esta escola tão especial?”, “como se constrói este ambiente em que parece que tudo é possível?”.  O que ouvir como resposta será referente à visão da escola, e esta resulta da orientação do diretor. Se a percepção geral é esta, na base da evolução da escola está a forma como se sentem os colaboradores – professores, assistentes operacionais, administrativos – se estão motivados, entusiasmados, inspirados. Se sim, isto é o resultado de muito trabalho e de muitos processos de retaguarda, que criam a ideia de que trabalhar ali é um caminho fascinante. Um diretor visionário transpira a visão da sua empresa e tem uma atuação coerente. Mesmo quando há mudança – inevitável – elas estão de acordo com os valores centrais que foram definidos à partida, quando se definiu a visão e quando se negociou com a equipa os valores centrais que todos estão dispostos a defender. Assim tem a garantia de que a estrutura se mantém e que todas as mudanças estão alinhadas com os valores centrais.

Agregador de talentos

Um diretor sabe que só pode chegar longe quando reúne as melhores contribuições dos elementos mais talentosos. Toda a comunidade escolar está implicada em torno dos objetivos comuns. São os professores, os alunos, os pais a trabalhar para o mesmo, embora respeitando o espaço e o contributo de cada um. Os pais sabem reconhecer o valor dos professores e apoiam-nos. Os alunos percepcionam o valor que os pais reconhecem nos professores e por isso respeitam a sua autoridade. Os professores respeitam os alunos como seus semelhantes, embora com diferente estatuto. Embora na maior parte das vezes cada um destes agentes tenha na sua génese os valores que o inspiram a comportar-se assim, é fundamental haver um diretor que não trate estas boas relações como negociáveis ou opcionais. O respeito entre todos tem de ser garantido pelo diretor escolar, ele próprio um modelo inspirador, que deve agir firmemente quando algum destes elementos da equação – pais, alunos ou professores – falha na sua contribuição para um bom ambiente escolar. O diretor sabe que não pode implementar uma visão sozinho. Sabe que equipas altamente eficazes mantêm relações saudáveis, profissionais e respeitosas, o que contribui para a estabilidade, recrutamento e retenção de talentos. O que o ser humano mais valoriza são os vínculos sociais. O bom diretor sabe como criar e manter estes vínculos.

Inteligência emocional

Trata-se da capacidade de compreender e gerir as suas próprias emoções, reconhecer, compreender e gerir as emoções dos outros. Um diretor emocionalmente inteligente é calmo, racional, empático, capaz de lidar com os conflitos. Sabe gerir o seu próprio stress e as suas próprias relações pessoais / profissionais. Provavelmente está na presença de um diretor emocionalmente inteligente se se sentir ouvido e compreendido quando recorre a ele com uma dificuldade. Sente que ele está focado no seu assunto, não o sente impaciente, nem frustrado, nem zangado. Esta característica – inteligência emocional – tem sido apontada como um fator preditor de sucesso de uma organização, onde se inclui a escola. Todos sabemos que estamos a entrar num ambiente emocionalmente saudável pela forma como somos cumprimentados, pelas caras sorridentes dos colaboradores e clientes, pelas relações informais que se vê a acontecerem. O humor é sempre um bom indicador da verdadeira natureza das relações interpessoais.

 

Sofia Homem Cristo

Diretora do Colégio da Beloura

colégio da beloura

1 COMMENT

  1. Muita gente critica os diretores escolares e é muito fácil, pois quem não tem de tomar decisões nunca erra e nunca tem dúvidas.
    Tenho um enorme respeito pelo seu trabalho, pois o desgaste profissional e familiar não é minimamente compensado pelos € que recebem a mais.
    Não é por acaso que apesar de todas as críticas, apesar de todas as divergências, quando surge a oportunidade de avançar para tamanha responsabilidade a esmagadora maioria assobia para o lado.
    E como em todas as profissões, existem bons e maus, mas acredito que a maioria tem qualidade.
    Um cargo que seguramente não invejo…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here