Home Escola Tem a palavra… Professor Luís Barata

Tem a palavra… Professor Luís Barata

295
6

Prevenção da Indisciplina/Estratégias

Prevenir é agirA origem da indisciplina é um processo complexo, mas importa sempre refletir sobre o papel que o professor pode ter na diminuição deste problema: todos nós conhecemos colegas que mais facilmente trabalham com uma turma que outros consideram complicada.

Nestas questões, importa não só ver o aluno como um todo (tendo em conta o seu meio sócio-familiar, económico, os seus problemas, as suas carências, o percurso escolar,…), mas também o professor/ conselho de turma (estratégias conjuntas e coordenadas são sempre mais eficazes) e até a própria escola: não é por acaso que a materialização de alguns projetos educativos produz muito melhores resultados nalgumas instituições.

Uma coisa é certa à partida: há pouca partilha de estratégia e de boas práticas por todos estes agentes, a formação é deficitária e os recursos ainda mais carentes.

Se, como professores, refletirmos no nosso papel na prevenção da indisciplina, podemos tentar estabelecer uma escala de valoração de fatores condicionantes:

  1. Falta de metodologias ativas na sala de aula que envolvam e estimulem todos os alunos;
  2. Dificuldade em “diferenciar pedagogicamente” e lidar com fatores externos por forma a manter em todos os alunos a expectativa do sucesso em todas as disciplinas;
  3. Falta de tempo profissional e formação para acompanhar, conhecer e aprender a lidar com a miríade de problemas que entra pela porta da sala de aula;
  4. Falta de organização institucional para lidar com os problemas e comunicar uma visão positiva/ projeto educativo.
  5.  A falta de percursos alternativos de formação para os alunos, bem como projetos de vida pouco estruturados e falta de apoio na orientação profissional.

A gestão de comportamentos pode ser problematizada, partindo do professor e da sua forma de comunicar (linguagem não verbal, postura, consistência,…), mas só com projetos e abordagens comuns e de instituição poderá ter frutos viáveis.

6 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here