Home Escola Sugestões Ao Programa #EstudoEmCasa

Sugestões Ao Programa #EstudoEmCasa

1703
0

Ex. mo(a)s senhore(a)s

Chamo-me Luís Dias e sou professor do grupo disciplinar 930 – Educação especial (domínio da visão) no Agrupamento de Escolas nº2, em Beja.

Acompanho regularmente as edições do “Estudo em casa”, principalmente as aulas destinadas aos alunos do 1º e 2ºano de escolaridade. O facto de ser o professor responsável por apoiar diretamente um aluno invisual que frequenta o 1ºano de escolaridade leva-me a estar atento a estas sessões para posteriormente clarificar as dúvidas que possam surgir, bem como tentar encontrar estratégias que substituam algumas das atividades que são apresentadas.

É verdade que o trabalho desempenhado pelos docentes neste programa é heróico e que muitos outros não o quereriam. Não é menos verdade que criticar é muito fácil, principalmente de uma forma depreciativa. Sabemos ainda que este programa é um apoio ao trabalho desenvolvido pelos professores titulares das turmas.

Contudo permitam-me apresentar algumas sugestões:

– Uma vez que vivemos numa sociedade inclusiva, em que a palavra inclusão está muito presente nas escolas, deveriam ter atenção a todos os alunos. Se está presente nas sessões a tradução de um intérprete de língua gestual, porque não terem algum cuidado na descrição pormenorizada das aulas, principalmente das imagens e do que é escrito nos quadros de apoio. Deste modo, para alguém que não vê será muito mais fácil acompanhar estas aulas de forma autónoma.

– Bem sei que no caso que apresento o Braille é o alfabeto que utilizamos mas aconselharia algum cuidado na maneira como os professores escrevem no quadro. Se são alunos de 1ºano, um dos objetivos será trabalhar a letra manuscrita. E podemos observar que, por exemplo a professora de Estudo do Meio, na sessão transmitida no dia 23, utilizou diferentes formas de escrita para a mesma letra. Esses pormenores confundem muito as crianças.

– Sei que, enquanto profissional de educação, devo garantir o apoio à Educação Inclusiva tentando que os alunos assimilem os conteúdos lecionados. Em articulação com a professora titular de turma temos elaborado a planificação semanal e definido as tarefas a realizar. Este menino tem muitas capacidades e felizmente consegue acompanhar o ritmo da turma, pelo que a curiosidade e vontade de participar são grandes. Os pais têm feito um trabalho exemplar e em conjunto connosco procuramos que o entusiasmo não se perca. Contudo, o vosso apoio será importante.

Sendo o programa “Estudo em casa” mais uma ferramenta apoio, que está muito disponível para todos, não deve ser excluída apenas por alguns pormenores que, acredito, podem ser ultrapassados com o auxílio de todos. Creio que a equipa responsável por este programa também pretende contribuir para o bem estar de todos os alunos.

Coloco-me ao vosso dispor para o esclarecimento de quaisquer dúvidas que possam existir e para colaborar, se assim o entenderem, no crescimento desta criança, deste programa e de todos nós.

 

Cumprimentos

Luís Filipe Mendes Dias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here