Home Rubricas Somos todos “amercianos”

Somos todos “amercianos”

119
0

“Somos todos americanos”

trump-alienOntem acordamos todos em choque. O que muitos consideravam impossível tinha acontecido: Donald Trump será o próximo presidente dos Estados Unidos da América. Não deixa de ser irónico a Europa acordar com esta notícia no mesmo dia em que se recorda o dia mágico que pôs fim à guerra fria, a queda do muro de Berlim a 9 de novembro de 1989.  

São muitos os desabafos, opiniões e críticas sobre este momento de política internacional.

Não conseguirei esquivar-me de comentar também este dia.

Confesso que refeita do choque e tentando racionalizar isto tudo, de facto não é um resultado que me surpreende. Reflete bem a crise de valores e de princípios que vivemos nos dias de hoje. Muitos falam que estamos perante um Presidente (até custa escrever) machista, racista, xenófobo, desrespeitoso das mulheres, verbalmente violento e outro mundo de características humanamente reprováveis. Ao olhar para estas características consigo rever tantos problemas que enfrentamos diariamente nas nossas escolas e que são vividas pelos nossos alunos como se de meros “problemazinhos” se tratassem. Certamente todos nós conseguimos identificar nos últimos meses nas nossas escolas situações de racismo, violência de género, violência de namoro, violência entre pares de formas camufladas, e certamente que conseguimos também associar a essas situações discursos de desvalorização e desculpabilização, como se estes problemas (graves) fossem males menores da nossa sociedade.

Pensemos nas audiências que determinados programas de horário nobre conseguem atingir, quem são as personagens mais enaltecidas nesses programas, quem são os artistas que conseguem momentos de fama (efémera, claro) em meia dúzia de dias… Vejam quais são os eventos que conseguem arrastar multidões para a rua e comparem com as manifestações de caráter cívico e social…

Só consigo concluir que o que eu achava serem características deste povo à beira mar plantado, afinal são características da humanidade no geral… Confesso que tenho receio do caminho que estamos a traçar e onde este nos vai levar.

A nós, figuras diariamente nas escolas, um acordar como o de hoje, só vem reforçar a extrema importância que temos na educação, no crescimento e no desenvolvimento da geração que se seguirá.

E como uma amiga me dizia hoje, ensinem os vossos filhos que todos os seres humanos têm valor e que é a diferença entre pessoas que faz a humanidade grandiosa…

Mónica Nogueira Soares

 Psicóloga | Mediadora Familiar e Escolar | Formadora
cultura-de-convivencia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here