Início Rubricas Somos Pais Num Primeiro Dia De Aulas: Confiança

Somos Pais Num Primeiro Dia De Aulas: Confiança

157
0

Durante a primeira quinzena de setembro as aulas terão início e hoje já deram o primeiro passo alguns estabelecimentos de ensino. Para muitos dos Pais esta foi a sua estreia ao deixarem os pequenos numa escola que até pode ser a continuidade da pré-escola mas o sentido de alteração escolar e entrada para o primeiro ano do primeiro ciclo é a grande mudança para os papás e mamãs. Tanta proteção durante tanto tempo e agora a criança tornou-se subitamente nalguém altamente responsável que irá, durante o primeiro período, fazer cabelos brancos ao professor ao ter que aprender a estar sossegadinho durante algum tempo… Criançada é mesmo assim… os vossos Pais também o tiveram que fazer e estão cá, pelo que uma cadeira jamais tem picos. Podem ficar lá sentadinhos durante um tempinho.

Mas é claro que os Pais sentem que o seu Mais Que Tudo cresceu de tal forma rápido que provavelmente na manhã que o levam à escola, pela primeira vez, ao olharem ao espelho irão encontrar um cabelo branco (que até já lá estava) e que associado a uma ruga descoberta, a mente cria um envelhecimento gigante.

O tempo passa, mas os vossos rapazes e raparigas serão sempre os vossos pequenos, assim como nós sempre seremos para os nossos Pais, mesmo que tenhamos cinquenta anos. E que se pudessem que bem que lhes saberia levar-nos ao local de trabalho recordando aquele momento do primeiro dia de aulas. Um dia vamos sentir isso…

Bom, mas por agora o que interessa é que deixámos o nosso foco na escola: “será que está a correr bem? Será que lancha? Será que levou tudo?” E revemos a lista de material na nossa cabeça. E se por algum motivo percebemos que nos esquecemos de algo, o céu cai-nos em cima! Não porque seja importante, mas porque falhámos!!! E sobretudo porque nos sentimos no lugar do nosso filho e somos nós que estamos a ser repreendidos pela falta de material. À pressa lá vamos comprar aquela pequena coisa que nos esquecemos. Mas o mais caricato é que nos não nos lembrámos que hoje é apenas o primeiro dia e ninguém é penalizado por isso. Os professores estão também curiosos por conhecer o grupinho que os vais fazer envelhecer mais 30 anos num só ano letivo. É a sua dedicação e os nossos filhos estão extremamente muito bem entregues. Pode não se trabalhar por missão ou paixão, mas se houver profissionalismo, os professores sabem o que de melhor fazer.

Confiem papás e mamãs. Pois também a maioria dos professores dos vossos filhos entregaram os seus filhos a alguém num primeiro dia de aulas. E durante o momento das aulas dos vossos filhos estão, também eles, com o coração dividido a pensar se estará tudo a correr bem. Esquecemo-nos que a vida é um teatro e nos bastidores as máscaras caem e somos realmente o que somos.

A grande problemática surge associada a este dia! Por cá, pela cultura e estrutura que temos, levamos os nossos bens à escola… de carro! Credo, como o carro cresceu no ínfimo espaço que resta para poder estacionar junto da escola, onde outros tantos Pais procuram o mesmo. É que primeiro dia não é largar a cria na selva e fingir que está tudo bem. Queremos acompanhar e com todo o direito. Mas não há estacionamento. Lá damos voltas e voltas já com o stress a subir a níveis elevados pois o tempo está a passar e a criança vai chegar atrasada, e ainda por cima a culpa é nossa. Se não fosse o trânsito chegaria a horas… calma que tudo se resolve e lá aparece um lugar. Estacionamos, satisfeitos e com um nó no estômago levamos o pequeno à escola. Como cresceu. Queremos inclusivamente entrar na sala de aula. Mas aquele espaço já é dele e não nosso. Deixar ir tranquilamente, mesmo que o medo nos tente dominar. Lembrem-se somos donos das nossas emoções.

Bom, mas jamais poderia faltar aqui aquele beijinho e abracinho antes de os deixarmos ser “livres” (palavra subjetiva). Como ainda são pequeninos a maioria quer abraçar e beijar e deixa-nos satisfazer a ternura de pelo menos 6 anos só nossos. Esperem até eles crescerem mais um pouco. Com sorte dão-vos um beijo em casa para que ninguém veja ou permitem-vos a possibilidade de um beijo na cabeça meio de lado, à porta da escola, no qual ficamos com a sensação de que beijámos o ar.

Confiar á a palavra deste artigo, para que vivam tranquilamente o primeiro dia de aulas dos vossos pequenos. Quando eles chegarem a casa terão com certeza inúmeras coisas para vos contar. Escutem, integrem e só depois respondam. A partir deste momento deixámos de ter sempre razão, em muita coisa… aproveitem a aprendizagem que vos espera como Pais neste ano letivo!

Vera Silva

Pediatra

Investigadora na linha de investigação a Escola e o Cérebro

Universidade Católica Portuguesa

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here