Home Notícias Regresso Do 11º E 12º Ano Só Com Turmas Reduzidas E Mais...

Regresso Do 11º E 12º Ano Só Com Turmas Reduzidas E Mais Professores

1010
3

E de máscara, todos de máscara…

Com as regras de distanciamento social é inevitável que as turmas de 30 alunos sejam divididas em 2 ou 3 grupos. Como tal, o professor até então titular terá de largar parte significativa de turma o que irá obrigar os “novos” professores a um início de ano letivo em pleno 3º período/2º semestre. É apenas mais uma dificuldade das várias que o “bicho” nos trouxe.

O Primeiro-Ministro não fechou a porta à contratação de novos professores, mas julgo que só iremos por esse caminho caso os restantes professores do respetivo grupo disciplinar estejam em casa por serem grupo de risco, ou não existirem professores contratados com horários incompletos ou professores impossibilitados de cumprirem horas extras.

Houve quem falasse em aulas em pavilhões, fora do espaço escolar, lembro que António Costa não referiu essa hipótese para as aulas, mas sim para a realização de exames. Não quer dizer que não possa vir à acontecer, mas lecionar num pavilhão é completamente diferente de lecionar numa sala de aula e digo-o por experiência própria.

Se e este “se” deve ser sublinhado, os alunos regressarem ao ensino presencial, terá de existir um forte espírito de responsabilidade por parte destes, haverá sempre o aluno “parvinho”, mas julgo que o tempo que os nossos jovens passaram em casa, trouxe-lhes alguma humildade numa idade em que todos nos sentimos como super-heróis.


Regresso do 11.º e 12.º só com mais professores

A confirmar-se o retorno, alunos, professores e funcionários terão de usar máscaras cedidas pelo Ministério da Educação e cumprir regras de distanciamento, o que implicará a reorganização das turmas e a contratação de mais professores, garantem diretores e Federação Nacional de Professores.

O primeiro-ministro não fechou a porta. Apesar de sublinhar que “todo o corpo docente” terá de ser aproveitado, o recurso à contratação só acontecerá “se tal se justificar e for necessário”. As escolas terão autonomia para decidir como cumprir as regras de distanciamento e a reorganização do serviço docente, bem como a “higienização adequada”.

O problema é que o desdobramento de turmas em dois grupos, por exemplo, duplicará o número de turmas, de horários e assim de professores. É que os docentes continuarão com as mesmas turmas do Básico e 10.º ainda que à distância, sublinha Mário Nogueira.

Além disso, o primeiro-ministro anunciou – “e bem”, frisa o líder da Fenprof – que professores com mais de 60 anos ou doentes, considerados grupo de risco, não regressarão às aulas presenciais. E são “milhares”. Pelo que “o reforço da contratação será inevitável, apesar de analisado caso a caso”, garante Nogueira.

Outras soluções de reorganização são a autorização de horas extraordinárias e permitir às escolas completarem horários de professores contratados que os tenham incompletos, explica Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores (ANDAEP).

Fonte: DN

3 COMMENTS

  1. Gostei muito de ler este texto porque tem partes que são hilariantes e muito imaginativas. Muito obrigado por todos os que participaram nestas declarações humorísticas dignas dum RAP, por exemplo!…

  2. “Pensar é difícil, é por isso que as pessoas preferem julgar “, escreveu Carl Gustav Jung!

    “Qual é a sua proposta humorística?” Esse é que é justamente o problema! Estou pelos cabelos de propostas humorísticas desde há um mês vindas de todo o lado! Quer em relação à pandemia em si, quer em relação ao ensino! Não vou aqui e agora posicionar-me na posição de professor, logo não vou explicar o que quer que seja, até porque deduzo que a maior parte dos leitores (senão todos) deste espaço são professores e chegarão facilmente às partes que eu chamei de hilariantes!
    Em vez disso vou contar uma anedota que conto muitas vezes aos meus alunos e que tem um efeito terapéutico-psicológico!
    Aqui vai:

    Vão dois amendoins a passear numa estrada, um vira-se para o outro e diz “pois”!

    O mais interessante nesta frase, esta sim genuinamente hilariante é ver como é que os alunos reagem à mensagem e por aí consegue-se perceber muito sobre o aluno (daqueles que reagem, naturalmente!)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here