Home Notícias Regresso às Aulas – Greves e Normalidades

Regresso às Aulas – Greves e Normalidades

284
0

Com votos de excelente ano de 2017 para todos os leitores ComRegras e desejando que o retorno à Escola tenha ocorrido sem sobressaltos e dentro da normalidade possível, partilho com vocês dois grupos de notícias saídas hoje que, de algum modo, se complementam. Aliás, o segundo grupo parece querer esvaziar o impacto do primeiro e parece dar-lhe desde já resposta… e digo parece porque a resposta só será de facto uma resposta se se efectivarem as intenções do senhor ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. Há ainda a registar mais duas notícias de sentido contrário – a Escola de Carcavelos reabriu hoje, esperemos que sem problemas de segurança, e o retorno às aulas não foi normal pela Escola Secundária do Marco de Canaveses onde já se registou uma greve de trabalhadores não docentes.

E vamos lá às notícias.

O primeiro grupo de notícias, para as quais vos deixo os links, diz respeito a uma greve decidida e anunciada hoje pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS), para o próximo dia 3 de Fevereiro e que abrange todos os trabalhadores não docentes das escolas básicas, secundárias e jardins de infância. O protesto é contra a precariedade laboral e visa o seu fim, visando, igualmente, segundo Artur Sequeira, dirigente desta Federação, a dignificação dos direitos destes trabalhadores que levam para casa, muitos deles, menos do que o ordenado mínimo nacional. Para além disto é preciso, de facto, mais trabalhadores não docentes nas escolas que eram, segundo Artur Sequeira, 60 mil em 2014 sendo 49 mil em 2017.

Entretanto, os trabalhadores não docentes da Escola Secundária do Marco de Canaveses já anteciparam a greve exactamente pelos motivos enunciados. A falta de funcionários é notória.

O segundo grupo dá-nos conta do parecer de Tiago Brandão Rodrigues perante este arranque o 2.º período que por ele foi classificado como “altamente positivo”. Pelo meio tenta esvaziar desde já o impacto negativo deste anúncio de greve e promete “para breve a atribuição de uns bons milhares de horas para suprir necessidades eventuais das escolas com assistentes operacionais.” E promete ainda vincular “um número alargado de professores”.

Da nossa parte só podemos desejar que tais promessas se concretizem, a bem da Escola Pública Portuguesa, e, porque gato escaldado da água fria tem medo, resta-me afirmar que cá estaremos para ver, senhor ministro da Educação.

Renovo votos de excelente ano para todos. Bom trabalho! E deixo-vos com os links das notícias de hoje.

Anabela Magalhães


Renascença

Escolas e jardins-de-infância. Trabalhadores não docentes fazem greve a 3 de Fevereiro

TSF

Trabalhadores não docentes das escolas e jardins-de-infância em greve

Expresso

Trabalhadores não docentes das escolas e jardins de infância anunciam greve para 3 de fevereiro

RTP

Auxiliares não docentes de escolas e jardins-de-infância agendam greve para fevereiro

SIC Notícias

Trabalhadores não docentes marcam protesto contra a precariedade laboral

Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas marca greve para 3 de fevereiro

SIC Notícias

Greve na Secundária do Marco de Canaveses no regresso às aulas

Renascença

Ministro da Educação: Arranque do segundo período “altamente positivo”

Diário Digital

Ministro da Educação promete “uns bons milhares de horas” para assistentes em escolas

Escola de Carcavelos de portas abertas. Segurança está garantida

SIC Notícias

Escola de Carcavelos reabre após problemas no sistema elétrico

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here