Home Notícias Regresso Às Aulas Facultativo, Turmas De 11 Alunos E Em Dias Alternados

Regresso Às Aulas Facultativo, Turmas De 11 Alunos E Em Dias Alternados

5806
0

A Europa prepara-se para um regresso faseado à normalidade, se é que se pode falar em normalidade até a vacina ser uma realidade. Áustria e França são apenas dois exemplos dos vários países que estão a preparar o regresso às aulas.

Curiosamente, ambos os países aplicam medidas que podem muito bem ser uma realidade em Portugal. As Associações de Pais já afirmaram que querem garantias para o regresso às aulas dos seus filhos até ao final do ano letivo e mesmo que as tenham, muitos pais vão hesitar e provavelmente não autorizar o regresso dos seus educandos. O próprio Ministro da Educação referiu num passado recente um hipotético regresso sem caráter obrigatório.

Apesar do fim do estado de Emergência Nacional, o distanciamento social será para manter, como tal, não vamos seguramente ter salas de aulas com 30 alunos, mesmo que venham equipados com fatos e máscaras. A redução do número de alunos por sala, com o distanciamento das mesas será seguramente uma realidade, como tal, o número de alunos será reduzido.

O regresso do 11º e 12º ano não é um caso fechado e existem pontas soltas que precisam de ser amarradas para se falar num efetivo regresso.


Macron anuncia plano para regresso à normalidade na terça-feira

O governos francês deve anunciar, na próxima terça feira, o plano para o regresso à normalidade, após o estado de emergência imposto para controlar a propagação da pandemia do novo coronavírus.

Numa reunião levada a cabo, durante a manhã desta sexta-feira, com vários autarcas, o presidente francês, Emmanuel Macron, garantiu que é um grande desafio e que as medidas serão para todo o país.

A reabertura das escolas vai ser progressiva e a prioridade será para as crianças mais pequenas. Contudo, Macron sossegou os pais, dizendo que não haverá qualquer obrigação de regressar à sala de aula.

O governo francês vai começar a distribuir máscaras faciais para toda a gente, a partir de 4 de maio.

Escolas na Áustria reabrem em Maio, por etapas e com turmas divididas

O Governo da Áustria anunciou hoje que os alunos vão regressar às escolas a partir de 04 maio, em três etapas, com as turmas divididas e as aulas limitadas a dois ou três dias por semana.

As três etapas são definidas por idades, começando, a 04 de maio, pelos alunos que têm de fazer exames do final do secundário ou de passagem de ano nas escolas técnicas e profissionais.

Na segunda etapa, a partir de 15 de maio, regressam à escola os alunos do ensino básico (6 a 14 anos) e, na terceira, marcada para 29 de maio, os restantes alunos, anunciou, em conferência de imprensa, o ministro da Educação austríaco, Heinz Fassmann.

As turmas vão ser divididas em dois grupos, em média de 11 alunos cada, que irão às aulas em dias diferentes.

Nos dias em que não tenham aulas presenciais, os alunos terão de realizar atividades em espaços educativos, como ginástica ou música, disciplinas que ficam suspensas até ao final do ano letivo.

As aulas não se vão prolongar para o verão, segundo o ministro, mas o próximo ano letivo pode começar mais cedo do que é habitual.

Na primária não haverá retenções de alunos, excetuando os casos em que os pais o peçam expressamente.

Os alunos de todas as idades serão encorajados a lavar frequentemente as mãos e, os maiores de dez anos, terão de usar máscara nos intervalos.

O ministro advertiu que este calendário pode ser suspenso se for detetado um aumento dos contágios por coronavírus no país ou se houver problemas no regresso às escolas noutros países europeus.

As universidades manterão as aulas à distância até ao final do ano letivo.

(…)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here