Início Editorial Reduzir o número de alunos por turma não é a melhor opção.

Reduzir o número de alunos por turma não é a melhor opção.

144
0

Permitam-me ir contra a corrente, pois parece-me que estamos todos um pouco embriagados pela possibilidade de reduzirmos o número de alunos por turma. A opinião é tão consensual que até parece que é a solução para todo o insucesso e indisciplina escolar. Ajuda, seguramente que sim, mas podíamos ir mais além.

O cenário atual é visível no quadro em baixo e se estamos à espera de melhorar os números de 2004-2013 é porque já “bebemos” euforia a mais e perdemos o discernimento.

Evolução Dimensão das turmasA proposta dos partidos políticos, que podem consultar aqui com maior detalhe, entram na categoria de quem acredita no Pai Natal… Vejam o exemplo em baixo.

Proposta redução de alunos por turma

E convém lembrar o que disse António Costa em Abril deste ano…

A redução do número de alunos por turma é para o Governo uma medida que terá de ser “concretizada com prioridades” e pondo o “carácter pedagógico” acima da “mera medida administrativa”. Por isso, o primeiro-ministro entende que as escolas sinalizadas como Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP), onde há mais insucesso escolar, e nas escolas onde se registem as taxas mais altas de abandono escolar precoce, serão “prioritárias” para que se melhorem os resultados pedagógicos dos alunos.

Recuar para os valores existentes entre 2004-2013, parece-me muito simplista, para isso não era preciso fazer qualquer estudo, nem andarmos com grandes rodeios, pois os custos já são conhecidos. Acredito que a opção do governo irá passar por um tratamento diferenciado e não por uma decisão transversal. Se optar pela via “tradicional”, revelará pouca criatividade e qualquer leigo conseguiria fazer o mesmo.

As turmas não são iguais, as escolas também não… e aqui surge a principal falha nos estudos existentes ou que vão aparecer. Por acaso eles têm em consideração os níveis de indisciplina de cada escola? Por acaso as escolas têm esses dados de indisciplina?

Não e não…

A decisão de reduzir o número de alunos por turma é naturalmente benéfica, mas esta decisão nunca devia vir de cima… deviam ser os diretores (quem mais???), pois são os que conhecem a sua realidade, a sua escola, como ninguém. Uma escola pode ter uma turma de 7º ano com 30 alunos a funcionar bem e outra apenas com 15 devido à sua especificidade… O que adianta ter 4 turmas entre os 24-28/26-30 se as turmas são todas diferentes?

É preciso dar mais autonomia às escolas, é preciso acreditar no seu trabalho, mas acima de tudo, é preciso confiar mais nas suas capacidades de se auto gerirem e auto otimizarem…

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here