Home Notícias Reduzir o número de alunos por turma ao nível pré-troika custaria 84...

Reduzir o número de alunos por turma ao nível pré-troika custaria 84 milhões de euros

313
1

Não preciso de um estudo para me dizer aquilo que 16 anos de carreira me dizem. Menos alunos por turma significa um ensino mais individualizado, menos indisciplina e consequente aumento do sucesso escolar.

Em Portugal chumba-se muito, é verdade, talvez um investimento efetivo na redução de alunos por turma tenha a médio prazo um custo residual tendo em conta o retorno… Mas infelizmente as boas práticas pedagógicas estão sempre dependentes das boas vontades das finanças. Um clássico.

A redução do número de alunos por turma para os níveis em vigor antes da troika representaria em 2020/2021, ano da generalização da medida, um acréscimo orçamental de cerca de 84 milhões de euros, conclui-se num estudo encomendado pelo Ministério da Educação (ME) ao Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-UL, com o objectivo de avaliar os impactos financeiros e pedagógicos desta política.

(…)

O estudo encomendado pelo ME confirma que, em Portugal, existe “um predomínio claro de turmas com uma dimensão inferior aos parâmetros previstos na legislação”.

(…)

Redução só no básico?

O estudo divulgado nesta terça-feira calcula que neste ano lectivo a redução de alunos por turma nas escolas TEIP representará um acréscimo de cerca de quatro milhões de euros. Já em 2018/2019, a sua extensão às outras escolas, nos anos iniciais de cada ciclo, teria um custo de perto de 29 milhões de euros, se neste pacote fosse incluído também o ensino secundário, como sucedeu no caso das TEIP.

(…)

Menos chumbos

Mas se a diminuição da dimensão das turmas tem estes impactos, tal não significa, como também mostram muitos estudos, que esta medida, só por si, se traduza em melhores desempenhos escolares dos alunos, alerta-se no estudo do ISCTE. Por isso, defendem que as medidas adoptadas “neste domínio devem ser perspectivadas num conjunto mais vasto de políticas educativas”, entre as quais figura a formação de docentes.

Feita esta ressalva, os autores do estudo do ISCTE concluíram, contudo, que existe uma relação entre a dimensão das turmas e as taxas de retenção e abandono escolar.

Fonte: Público

1 COMMENT

  1. …sugiro que as aulas sejam dadas a céu aberto num campo de futebol com espaço para todos os alunos, longe do olhar do professor e de preferência com o hino de Portugal como som de fundo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here