Início Editorial Recondução: Será Justo?

Recondução: Será Justo?

2156
0

Parece-me que as premissas para a renovação dos contratos pecam por ambíguas e não privilegiam o mérito.

Se não vejamos o que diz o Dec. Lei n.º 132/2012

4 – A renovação do contrato a termo resolutivo em horário anual e completo depende do preenchimento cumulativo dos seguintes requisitos:

a) Inexistência de docentes de carreira no grupo de recrutamento a concurso e que tenham manifestado preferência por esse agrupamento de escolas ou escola não agrupada;

b) Manutenção do horário letivo anual e completo, apurado à data em que a necessidade é declarada;

c) Avaliação de desempenho com a classificação mínima de Bom;

d) Concordância expressa das partes.

Relativamente à alínea a), gostava de saber claramente como é que os professores tem conhecimento das vagas?

Na linha c) o desempenho é quase sempre bom, porque não há ninguém que queira estragar a vida a ninguém e dar menos que isso é burocraticamente assustador.

Na alínea d) cheira muito a critérios onde fermenta a subjectividade e onde espreita o clientelismo…

Onde fica o mérito?

E onde ficam aqueles contratados que por uma razão ou por outra não ficaram colocados? Muitas vezes com graduações superiores?

Alberto Veronesi

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here