Home Escola Quem designa os professores para os serviços mínimos?

Quem designa os professores para os serviços mínimos?

1279
2

Os sindicatos já disseram que não vão indicar quais os professores que devem cumprir os serviços mínimos. Por isso, terá de ser o empregador a fazê-lo conforme puderam ler em cima. E quem é o empregador? Neste caso são os diretores, são estes que representam o empregador (Ministério da Educação) nas escolas.

Podemos criticar os diretores e dizer que estes são os maus da fita e algumas vezes até o são, porém, não devemos ignorar este empurrar para os diretores quando a coisa aperta, é que pelos vistos só são empregadores quando dá jeito…

2 COMMENTS

  1. Pelo que me foi dado ler, não me parece fácil cumprir o Acórdão do Colégio Arbitral.
    1 – O ME vai deixar aos Diretores dos Agrupamentos/Escolas o serviço de nomeação dos professores dos CTs que farão parte dos serviços mínimos – um trabalho que me parece ser difícil – e como tal não estão obrigados a deixar elementos de avaliação para os DTs ou quem os venha a substituir.
    2 – Os professores dos CTs que não estão nomeados para os serviços mínimos, não têm obrigação de deixar elementos de avaliação porque isso é ilegal dado que ninguém é obrigado a anunciar a sua adesão à greve, seja de forma explicita ou implícita. Pode ausentar-se no início da reunião ou a meio da mesma.
    3 – Caso compareçam à reunião do CT , um professor que seja, reunida a condição dos elementos necessários à prestação dos serviços mínimos – o quórum exigido, 50%+1 – um dos professores nomeados para serviços mínimos deixa de estar impedido de fazer greve.
    4 – O CT por hipótese decide sortear de entre os professores obrigados aos serviços mínimos e que queiram fazer greve, o que pode agora fazê-la. Esse professor sai – não tem que deixar elementos de avaliação porque considera que não dispõe de tempo para o fazer, fazê-lo seria como estando a participar numa reunião a que deixou de estar pura e simplesmente obrigado a participar, está a partir daí em greve e acabou!
    5 – O CT de turma, objetivamente não tem elementos de avaliação para que possa, seja em que tempo for, avaliar todos os alunos! FINISH! HASTA LA PRÓXIMA!

    • Kafkiano, e depois dizem que quem inventou o complicómetro, a hiperburocratização da profissão, o maldito papelório, agora toneladas de relatório desmaterializado a inchar as bases, os discos rígidos, as plataformas, tudo em rede que ninguém visita, e depois dizem que foi o Ministério que inventou esse cilindro de trabalho…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here