Home Concursos Professores estão a ser excluídos do concurso a 15 dias das colocações

Professores estão a ser excluídos do concurso a 15 dias das colocações

7797
1

É muito estranho o que se está a passar e é uma autêntica sacanice o que se está a fazer. É inadmissível que no mês de julho haja professores a serem excluídos dos concursos e os motivos invocados são no mínimo estranhos.

Segundo consta, está já prevista uma manifestação para amanhã às 14h30 em frente à DGAE.

Deixo-vos com dois textos que me foram enviados,  um deles que não chegou ao seu destino (Diretora de Serviços de Concursos e Informática).


Desde quinta-feira que muitos professores contratados ao acederem à plataforma do concurso de professores e ao consultarem o seu estado de candidatura estão a ser surpreendidos com notificações de exclusão aos vários concursos a decorrer. Os motivos de exclusão são vários, muitos deles relacionados com aditamentos de mais horas nos contratos de trabalho ou correção de tempo de serviço por faltas dadas por motivo de doença.

Esta situação é muito grave uma vez que a DGAE exclui professores na validação final quando em muitos casos não existem ilegalidades nem da parte dos candidatos por prestarem falsas declarações, nem da parte das escolas que validaram as candidaturas com base na informação dos registos biográficos dos docentes.

Mais grave ainda é que está prevista a saída das listas definitivas de colocação na segunda quinzena de julho e os candidatos agora excluídos só poderão reclamar através de recurso hierárquico, numa fase posterior à vinculação de milhares de professores nos concursos externos e de vinculação extraordinária.

Trata-se de um erro grosseiro que mexe com a vida de muitos professores que neste momento estão fora dos procedimentos concursais de forma totalmente injusta e comprometendo seriamente a vida pessoal e profissional dos candidatos.

É urgente que a DGAE analise de forma criteriosa as candidaturas destes professores, entre em contacto com as escolas de validação e corrija os erros ainda a tempo da saída das listas.

Na tarde de sábado foi criado um grupo no Facebook para os professores que se sentem lesados injustamente (Professores Excluídos do Concurso 2017/2018). Em poucas horas o grupo já conta com 390 membros.

Contacto da DGAE: http://www.dgae.mec.pt/

Professora Sandra Dinis


Boa tarde srª Diretora de Serviços de Concursos e Informática

Venho por este meio solicitar esclarecimentos fundamentados acerca da notificação do concurso “A candidatura foi objeto de reanálise. É de se propor a exclusão da candidatura em análise aos concursos externo e de integração extraordinário. Assim, nos termos do artigo 114.º do Código de Procedimento Administrativo, é V.ª Ex.ª notificado que, por se verificar a existência de um aditamento ao contrato, passa a constar nas listas definitivas de exclusão, por ter mencionado incorretamente o tempo de serviço após a profissionalização”.

Sou docente desde o ano 2000 e sempre me regi pela honestidade, e como tal, nunca prestei falsas declarações,tendo todo o meu tempo de serviço documentado  e comprovado pelos diversos estabelecimentos de ensino, pelo qual tenho passado. Mais me espanta, que após a validação das diversas candidaturas ao longo destes 17 anos de docência e especificamente da candidatura das listas provisórias para 2017/2018, apareça agora inválida em pressupostos que não são válidos, seguindo em anexo os respetivos comprovativos.

Penso que isto é mais uma vez andar a brincar com a vida dos vários docentes honestos deste país, que se encontram deslocados e longe das suas famílias, dedicando-se a ensinar e a formar os milhares de jovens portugueses e não só, em detrimento do acompanhamento dos seus próprios filhos.
Isto tem de ser exposto à comunicação social e se necessário ser processado juridicamente, pois alguém tem de ser responsabilizado por tais atos e atitudes descabidas.
Atentamente
O docente João Madureira

 

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here