Home Escola Professores com menos de 30 anos são menos de 500… E depois?...

Professores com menos de 30 anos são menos de 500… E depois? Eles querem lá saber…

131
5

Até podem ser zero que eles estão nem aí , como dizem os brasileiros. Já toda a gente sabe que o corpo docente está envelhecido, já toda a gente sabe que o corpo docente anda desmotivado, já toda a gente sabe que o corpo docente está há 8 anos congelado. Não me vou repetir, a minha indignação sobre este assunto ficou bem vincada aqui e ali. Tiveram a oportunidade para cumprir com o que prometeram no passado dia 20 de julho, não o fizeram.

A próxima década será marcada por uma agonia no corpo docente, pois 40% dos professores têm mais de 50 anos. Repito, 40%!!! Eu tenho 39 e já sinto o cansaço, imagino bem o que sente um colega com 55, 60, 65 anos de idade. Não se faz! Lidar com alunos não é a mesma coisa que lidar com um computador…

A educação não é uma prioridade para quem nos governa, o desinvestimento está para continuar, já existem escolas que não têm dinheiro para pagar a luz e a água e as promessas de mais cortes para 2017 já estão aí. A política miserabilista veio para ficar e já não é um exclusivo da direita, a esquerda e a sua geringonça vão seguir o mesmo caminho. O ruído é só folclore.

A educação não é despesa, é investimento. O dinheiro não cai do céu, é verdade, mas para alguns cai e continuará a cair de forma impune.

Estou farto deste jogo retórico de quem mostra um sorriso e dá uma estalada de seguida.

Fica um infograma esclarecedor.

professores

Não chegam a 500 os professores com menos de 30 anos no ensino público

(Samuel Silva)

Podem aceder à totalidade do documento Perfil do Docente (2014/2015) aqui

5 COMMENTS

  1. Daqui a uns anos, quando começar a catadupa de reformas que é inevitável (porque as pessoas vão começar a atingir a idade e a ir embora) e não houver professores suficientes para substituir os que vão, porque os candidatos a contrato têm as mesmas idades (e pelo menos para já não saem professores formados suficientes), vão andar a dar-nos tudo e mais alguma coisa para não irmos embora. Daqui a vinte e tal anos, quando chegar a minha vez de me reformar, será que me deixam? Não vejo ninguém (com poder) muito preocupado com isto… Falta muito tempo (mais de quatro anos), logo não lhe diz respeito directamente.

    • O infograma refere-se a todo o ensino, público e privado. Se ler a notícia do Público, eles esclarecem os números: menos de 500 no público, e o resto no privado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here