Home Escola Professora De 60 Anos Agredida Por Aluno

Professora De 60 Anos Agredida Por Aluno

28973
2

A violência não escolhe idade, não escolhe profissão, não escolhe raça. Toda ela é condenável, mas a importância que a sociedade lhe dá infelizmente não é a mesma.

Fica a 27 agressão a docentes/não docentes do presente ano letivo.


Uma professora com cerca de 60 anos foi agredida por um aluno da Escola Secundária do Castêlo da Maia. Docente formalizou queixa junto da GNR mas não conseguiu identificar agressor.

A docente estaria a percorrer um dos corredores da escola, na segunda-feira, quando foi atingida com violência nas costas por um objeto. A professora, com cerca de 60 anos, ficou bastante combalida e necessitou de tratamento hospitalar numa unidade de saúde privada da Maia.

Após ser assistida, deslocou-se até ao posto da GNR da Maia, onde, pelas 16.45 horas desse mesmo dia, formalizou a respetiva queixa por agressão.

A professora não conseguiu identificar o aluno, mas afirmou que outros estudantes viram tudo e poderão identificar o agressor, que não será seu aluno. Segundo relataram à vítima, tratar-se-á de um aluno que frequenta o 7.º ano de escolaridade e que terá entre os 12 e os 15 anos.

Recorde-se que nesta mesma escola, em outubro último, uma aluna do 7.º ano, de 14 anos, agrediu a professora de Educação Física, no final da aula, por não ter gostado de ser convocada para ajudar a arrumar o material.

Entre insultos e encontrões, um elemento da Direção da escola tentou acalmar a rapariga e também acabou por ser alvo das agressões. A GNR e o INEM foram chamados à escola, tendo a professora sido transportada ao hospital para avaliar ferimentos ligeiros.

Fonte: JN


Atualização – 19h00

Ministro Da Educação Diz Que Agressão A Professora Não Foi Intencional

2 COMMENTS

  1. Por acaso, a verdade parece ser outra:
    “A situação aconteceu na segunda-feira num corredor daquela escola cerca das 17:00 e a professora, de cerca de 60 anos, apresentou queixa na GNR da Maia, no distrito do Porto, à noite, cerca das 22:00, depois de se ter deslocado a uma unidade hospital privada localizada neste concelho do distrito do Porto.
    De acordo com fonte da GNR do Porto, o alegado agressor é aluno do 7.º ano de escolaridade.
    “A professora diz ter sido agredida nas costas e não viu por quem, mas outras pessoas que estavam no corredor identificaram o aluno”, descreveu, à Lusa, fonte da GNR do Porto.
    A agência Lusa contactou o Ministério da Educação que, disse, de acordo com a informação da direção da escola, “o incidente ocorrido na segunda-feira não constituirá um episódio de agressão”.
    “Não terá existido intencionalidade”, lê-se na resposta remetida à Lusa pelo gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues, acrescentando que “o aluno estaria a atirar a chave do cacifo a outro colega, tendo esta atingido a professora”.
    “Ainda assim, a escola tem em curso um procedimento interno para que não haja dúvidas quanto ao sucedido”, termina a nota.”
    https://www.dn.pt/pais/professora-queixa-se-de-agressao-em-escola-da-maia-direcao-nega-intencionalidade-11838124.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here