Início Editorial Qual o elemento mais importante para o sucesso do aluno?

Qual o elemento mais importante para o sucesso do aluno?

253
5

O triângulo educativo é formado por alunos, pais e professores. Os três são pilares do sucesso e a sua relação, se bem oleada, trianguloé garantia de sucesso educativo. O problema é quando um deles, ou até dois, se tornam parasitas de um sistema educativo que ainda não conseguiu descobrir um desparasitante realmente eficaz.

Mas a sua influência não é igual. Tal como o professor não consegue tornar uma criança mal educada numa criança bem educada, os pais, por muito que se esforcem não são capazes de transformar um mau aluno num bom aluno.

O aluno sim, este se assim entender é capaz de mudar o rumo dos acontecimentos, optando por uma conduta de responsabilidade, disciplina e trabalho. Mas mesmo os que estão “disponíveis” para percorrer o caminho do sucesso, só o conseguirão se devidamente orientados/ensinados.

Vários são os casos de pequenos grandes heróis, que têm vidas miseráveis, com famílias que só o são de nome e que mesmo assim, ultrapassam a adversidade por mérito próprio e por mérito do(s) seu(s) professor(es).

É por isso natural que os progenitores façam de tudo para colocar os seus filhos nas melhores escolas e com os melhores professores e a atual pausa letiva é propicia a pedidos pelas vias tradicionais e não tradicionais…

E de relance abordo a questão da avaliação dos professores como um mecanismo essencial para valorizar os melhores e aprimorar aqueles que, como em todas as profissões, (ainda) não o são.

Sobre a importância do professor, surgiu um artigo no The Economist e que tem uma frase no seu início que é muito elucidativa…

What matters in schools is teachers. Fortunately, teaching can be taught

Segundo o artigo, a ideia de que só é bom professor quem nasceu com esse dom está errada. Tal como qualquer atleta mediano, com o treino e devida formação este pode atingir um nível elevado. O professor também, porém sou da opinião que este precisa de duas premissas essenciais – motivação e formação. A motivação está a milhas do desejado e as razões são sobejamente conhecidas, a formação anda pela hora da morte e é atribuída de forma errática sem um plano nacional coerente e estável.

O artigo também refere que os professores tornam-se melhores professores nos primeiros anos em que dão aulas, mas com o passar do tempo essa evolução fica estagnada e pode mesmo entrar em recessão, tudo porque as escolas, no nosso caso a tutela, negligencia os seus “pupilos” – os professores.

They become better teachers in their first few years as they get to grips with real pupils in real classrooms, but after that improvements tail off. This is largely because schools neglect their most important pupils: teachers themselves. Across the OECD club of mostly rich countries, two-fifths of teachers say they have never had a chance to learn by sitting in on another teacher’s lessons; nor have they been asked to give feedback on their peers.

A nível disciplinar a importância do professor ainda é mais determinante. Este é a chave mestra para manter uma aula com os índices de disciplina desejados. Aqui destaco a empatia e as metodologias de ensino como elementos primordiais para obter alunos disciplinados. No PISA de 2012, foi estabelecida a relação entre a “capacidade do professor manter a ordem” e o “ambiente disciplinar” em sala de aula segundo os alunos. A conclusão foi a expectável e é divulgada pelo projeto AQeduto.

Professor_clima

Por muito que se fale nos alunos e nos pais, são os professores os principais responsáveis pelo sucesso dos seus alunos. E quando vejo alunos carregados de negativas, com Portugal a ter umas das mais elevadas taxas de reprovação da União Europeia, o discurso de que se são sempre os outros (pais e alunos) os responsáveis do insucesso, mostram que muito falta fazer numa cultura de responsabilização e partilha do (in)sucesso.

COMPARTILHE

5 COMENTÁRIOS

  1. A maioria dos estudos com credibilidade científica chega a essa conclusão: não é uma questão de crença. Por outro lado convido-o a analisar todos os resultados dos exames a partir do último classificado… Por favor, diga-me, são os colegas destas escolas todos incompetentes?

    • Claro que não. Em abstrato o fator económico não determina por si só o sucesso ou insucesso do aluno, um professor por si só determina-o. Por isso disse que não. Mas influencia? Claro que sim. Cumprimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here