Home Notícias Portugal reduz taxa de abandono escolar e aumenta a de licenciados

Portugal reduz taxa de abandono escolar e aumenta a de licenciados

144
0

Os números são naturalmente positivos, mas quem anda nas escolas fala sistematicamente de um facilitismo crescente e que tem permitido “levar ao colo” toda uma geração habituada a ter tudo de mão beijada. Outros dizem que a escola está a adaptar-se aos tempos modernos, mais flexível, valorizando outras áreas que são essenciais para a sociedade, como os relacionamentos, as artes, etc.

Julgo que estamos efetivamente a caminhar para a 2ª hipótese, mas sou da opinião que ainda estamos na 1ª.

No entanto, entre o facilitismo ou o abandono escolar puro e duro, prefiro sempre o facilitismo.

Portugal reduziu, em 2017, a taxa de abandono escolar precoce e aumentou a de pessoas que completaram o ensino superior, mas os objetivos traçados no âmbito da Europa 2020 continuam por atingir, segundo o Eurostat.

A taxa de abandono escolar precoce nas pessoas com idade entre os 18 e os 24 anos que completaram pelo menos o terceiro ciclo do ensino básico e que não estudam nem recebem formação profissional fixou-se, no ano passado, nos 12,6% e que o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE) compara com os 38,5% de 2006, sendo o objetivo nacional traçado para 2020 neste indicador, em Portugal, de 10,0%.

Fonte: Observador

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here