Home Escola Pela Reabertura Das Escolas – Pedro Perdigão

Pela Reabertura Das Escolas – Pedro Perdigão

Posto isto, vale a pena estudar, estudar muito. Já era hora de as escolas reabriram, com turmas mais pequenas, com rotatividades, com intervalos intercalados, com uma panóplia de propostas que já foram sendo deixadas, mas que têm de ser postas em prática.

162
0

Estudar é o óleo que a máquina do desenvolvimento e progresso social precisam para reduzir as desigualdades que se verificam. A educação é o caminho a seguir para melhores qualificações e para condições de vida mais prósperas. Mas estaremos a fazer o que é preciso?

Desde o básico ao superior, passando pelo secundário e não esquecendo o pré-escolar, as incertezas são muitas, e compreensíveis. O que não começa a ser compreensível é a inacção política nesta matéria. Muitos foram os apelos, através de artigos de opinião nos principais jornais, para que o Ministério da Educação, através do ministro, se pronunciasse relativamente à abertura das escolas. Entretanto já o fez e será entre os dias 14 e 17 de Setembro. Eu compreendo que o receio seja grande, mas o voltar à normalidade implica toda uma linha de acção na sociedade que passa também pela educação.

Dos países da OCDE, Portugal é o que conta com mais tempo de férias dos alunos e depois destes três meses sem aulas presenciais, com os três meses que faltam para as referidas datas, com as dificuldades que se verificaram no acesso ao ensino online e ainda com a obrigatoriedade de devolução dos manuais, temo que o futuro das crianças de hoje esteja fortemente comprometido amanhã. É necessário ajustar o ensino a cada localidade. As dificuldades não foram iguais em todo o território. Tem de ser dada mais autonomia e maior flexibilidade às escolas para que estas tenham condições de resolver os problemas das suas comunidades escolares.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here