Home Escola Pais e alunos foram alvo de intimidações para não denunciarem as más...

Pais e alunos foram alvo de intimidações para não denunciarem as más refeições escolares

527
0

O comunicado é da FERLAP e é preocupante, pois não só denuncia intimidações como acusa o Ministério de Educação de ignorar o assunto, não respondendo aos ofícios enviados.

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?
Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [618.35 KB]

E sobre o assunto…

Catarina Martins quer escolas a contratar cozinheiras próprias

A líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta segunda-feira que o Orçamento do Estado para 2018 deve contemplar condições que permitam às escolas contratarem cozinheiras para não terem de externalizar os serviços, criticando a concessão “exagerada” a privados. “Achamos que neste Orçamento do Estado deve ser permitido às escolas contratarem cozinheiras para não terem de externalizar os serviços.

Há um problema com a entrega a privados das cantinas das escolas. Fazem tudo o que podem para baixar os custos e criar lucros”, disse a coordenadora do BE. De acordo com Catarina Martins, em 1.200 cantinas escolares no país, 800 estão entregues a duas empresas privadas, ou seja, 70% das cantinas.

A líder bloquista apontou que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) “já instaurou processos a empresas que fornecem serviços de cantina” e referiu que “os pais e professores têm denunciado situações de pouca quantidade e caos até em que as crianças passam fome”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here