Home Família Pagar ao filho pelas tarefas domésticas e levar a mãe a jantar...

Pagar ao filho pelas tarefas domésticas e levar a mãe a jantar fora com apenas 6 anos…

239
0

jantar fora com a mãeNos Estados Unidos, sim, é sempre nos Estados Unidos… uma mãe decidiu pagar ao seu filho pelas tarefas domésticas e depois este leva-a a jantar e paga-lhe o dito. A mãe tem sido muito criticada e em sua defesa alega que apenas está a ensinar o seu filho a tratar bem as mulheres e a ser recompensado pelo seu trabalho.

Qualquer educação tem o cunho pessoal dos pais, e apesar dos princípios serem nobres, estamos perante um caso de “eduquice” aguda, fruto de experiências passadas que se encontram claramente recalcadas.

Esta obsessão parental não é assim tão invulgar e muitos papás “passam-se” literalmente da cabeça, numa tentativa de viverem a vida que sempre sonharam. Esta situação é bastante frequente nas atividades desportivas e é triste ver algumas figurinhas parentais que entre “guinchos”, saltos e palavrões à mistura, parecem acabadinhos de sair do Júlio de Matos.

No caso em concreto, a senhora foi vítima de abusos e tenta a todo o custo que o seu filho não faça o mesmo. Os filhos nunca deviam carregar os fantasmas dos seus pais, estes devem arranjar um armário suficientemente grande para os guardar.

Esta antecipação tem um nome no mundo desportivo, chama-se especialização precoce e normalmente vem com uma factura que só mais tarde é que se paga… Aos 6 anos as crianças podem ajudar nas tarefas da casa, mas receberem por isso? Daqui a nada estamos a pagar aos alunos para estudarem… Ups… Parece que já chegámos a esse ponto…

A ideia pioneira de “obrigar” um filho a levar a sua mãe a jantar até seria engraçada se fosse uma vez sem exemplo, como uma brincadeira em modo role play, agora fazer disso algo regular não me parece salutar, a senhora que arranje um marido e deixe a criança em paz.

Incutir impressões sociais em tão tenra idade pode criar expectativas que quando chegar à altura podem não corresponder à realidade.

Deixem os miúdos brincar aos carrinhos e bonecas, atribuam-lhes tarefas adaptadas à idade e não os tornem em calculadoras ambulantes quando ainda nem sequer aprenderam a contar até 100.

É com cada uma…

Imagem

Mãe ‘obriga’ filho de 6 anos a levá-la a jantar fora uma vez por mês

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here