Home Escola Os Professores Também Sentem Falta Dos Alunos

Os Professores Também Sentem Falta Dos Alunos

4667
1

Apesar das dificuldades sentidas, os professores têm feito o melhor sabem, e podem, para conseguirem manter o contacto com os seus alunos, mas sempre com a noção que o ensino à distância nunca irá ser capaz de substituir o contacto pessoal, o afecto e o relacionamento que o dia a dia numa escola impõe. Fica o testemunho de duas colegas:

A adaptação às novas tecnologias é uma dificuldade manifestada hoje à Lusa por duas professoras que tentam manter as aulas à distância, face à suspensão forçada das atividades escolares presenciais devido à pandemia da covid-19.

Duas professoras do 7ºA do Agrupamento de Escolas Doutor Costa Matos, em Vila Nova de Gaia, relatam o seu novo dia a dia, as descobertas e as dificuldades. Sentem falta da “canalha”, como relatam e todos os dias se adaptam às novas aulas à distância usando as ferramentas que a tecnologia permite e que “já nasceram” com os alunos, mas não com elas.

“Eu não nasci com isto, o meu cordão umbilical vinha sem isto”, conta Ana João Rodrigues, professora de matemática. “O deles não, olha a câmara, liga o som …”.

“Sou muito tradicional nestas coisas e para mim é um desafio completamente novo”, relata, por seu lado, Graça Silvestre, professora de português. “Só aceitei esta proposta porque veio da professora Ana, porque é mesmo por amor à camisola, mais nada”, acrescenta.

Para a “mentora” das aulas, Ana João Rodrigues, a proximidade entre professores e alunos é o principal móbil da iniciativa.”O objetivo não é nada a matemática … dou muita importância às disciplinas, mas o importante é esta troca de afetos, de carinho, de convício … Temos imensas saudades uns dos outros”. E acrescenta: “Para uma professora que gosta de o ser, o contacto pessoal é tudo. Oh meu Deus, só vemos a canalha à frente!”.

Os alunos retribuem: “Nunca pensaria dizer isto, mas estou com muitas saudades da escola. Preferia mil vezes estar na escola do que aqui em casa”, diz uma das alunas. As aulas das suas professoras são ministradas por videoconferência, à 2ª e à 6ª feira.

Fonte: 24.sapo.pt/

 

1 COMMENT

  1. Sim, alunos e professores sentem falta uns dos outros. Estive com as minhas turmas em vídeoconferência e todos relataram saudades da escola. Como professora, sinto falta da alegria dos miûdos, de ensinar e aprender todos os dias com o pulsar de quem é adolescente e vê a vida de uma forma simples e com a sua verdade. As a videoconferência ajudaram, mas somos feitos de matéria, não somos virtuais…pelo que por agora está é uma situação de compromisso.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here