Home Concursos Os professores foram excluídos como uma medida preventiva???

Os professores foram excluídos como uma medida preventiva???

2676
1

Já está mais do que provado que a culpa não é exclusiva dos professores, se é que têm alguma culpa… a culpa foi de quem não leu as circulares enviadas e validou o que não poderia ser validado. Os professores que se encontram em protesto e que estão a ameaçar com uma providência cautelar só pedem que lhes seja permitido repor a verdade dos factos.

Tirando alguns chico-espertos, os erros não foram cometidos com o intuito de burlar o que quer que seja, os professores julgavam que estavam a proceder em conformidade com a lei.

Entre os diferentes comentários, alguns de autêntico desespero, li um de uma professora que esteve ontem na DGAE e que me ficou na retina, disseram-lhe que “os professores foram excluídos como uma medida preventiva”. Medida preventiva??? Mas isto é assim que funciona??? Há uma acusação, comprova-se que as escolas fizeram asneira e não se permite que o professor corrija o que quer que fosse? Exclui-se automaticamente a pessoa?

Mas também temos a versão arrogante, a DGAE quando deparada com a revolta dos professores, responde do alto da sua indiferença… “o professor terá de fazer um recurso hierárquico”. Pois… temos pena… é assim a vida… e quem se lixa é sempre o mexilhão.

Não custa nada, mas é que não custa mesmo nada, abrir um período de 48 horas para que os professores corrijam aquilo que já sabem que está errado.

A DGAE ainda vai a tempo de resolver esta embrulhada toda, se não o fizer não se admire do que pode vir… é que imagens/publicações como estas são mais que muitas… e provam que a “coisa” está a azedar e os professores estão determinados em avançar para as providências cautelares. E se isso acontecer, não vão levar com a revolta de 300, mas com algumas dezenas de milhares…

Fonte: Correio da Manhã
Fonte: ComRegras

 

Fonte: Professores Excluídos indevidamente do Concurso 2017/2018
Fonte: Blog De Ar Lindo

E os sindicatos já se começam a mexer e bem.

Mais de 360 professores excluídos do concurso exigem que “erros” sejam corrigidos

(Público)

Professores precários admitem nova concentração no Ministério e no parlamento

(DN)

1 COMMENT

  1. Alguns professores tem “culpa” na medida em que não supervisionaram o seu Registo Biográfico e não leram as informações que deviam ter lido. E, além disso, os dados inseridos na candidatura são da responsabilidade do candidato!
    O ano passado houve semelhante número de exclusões pelos mesmos motivos e não houve qualquer alarido, nem períodos excecionais. Os professores que se sentem lesados que usem o Recurso Hierárquico, como é do procedimento concursal.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here