Home Escola Os professores do 1º ciclo vão dar Educação Física?

Os professores do 1º ciclo vão dar Educação Física?

1870
24

educação física 1º cicloA igualdade dos professores do 1º ciclo com os restantes colegas de outros ciclos tem sido uma batalha com altos e baixos, mais baixos do que altos. Considero o 1º ciclo o ciclo mais importante de todos e os seus professores as raízes de toda uma árvore educativa.

A FNE anunciou que as AECs vão passar a ser restringidas ao horário pós-letivo. Esta situação vai, no meu entender, diminuir ainda mais a implementação da Educação Física no 1º ciclo. Dando como um dado adquirido que os professores do 1º ciclo não lecionam a disciplina de Educação Física, até porque não têm formação específica, o empurrar das AECs para o final do dia irá inquinar toda uma formação transversal e de TODOS os alunos, onde as Expressões têm um papel essencial. O motivo é simples, grande parte dos alunos não fica para as AECs.

Lembro que Tiago Rodrigues afirmou que as Expressões precisavam de ser valorizadas numa alusão à elevada carga letiva (palavras minha) das disciplinas de Português e Matemática. Depois da manutenção da monodocência com exceção do Inglês, constatamos que as suas palavras, pelos vistos, não incluíam o 1º ciclo. Porquê Sr. Ministro?

Já o escrevi e volto a fazê-lo, os alunos do 1º ciclo, passam por fases sensíveis, importantíssimas para o seu desenvolvimento motor, cognitivo e social, e a prática da atividade física, até para contrabalançar a elevada carga letiva no 1º ciclo, é essencial.

Sendo assim, só me resta perguntar se os professores do 1º ciclo vão passar a lecionar a disciplina de Educação Física, conforme consta no programa, ou vão continuar a reduzir as expressões a atividades de desenho e plástica?

Actividades de Enriquecimento Curricular só depois das 16h30

Continuação

Ponto de ordem sobre a prática de atividade física no 1º ciclo

24 COMMENTS

      • 2º/4ª/6ª saída às 17h30
        3ª saída às 15h
        5ª saída às 12h30
        Extra letivo 1h/semana vigilância do recreio, 1h /semana atendimento aos EE

        • Nas outras escolas do Agrupamento funciona o mesmo tipo de horário, umas com as tardes outras com as manhãs (neste último caso os professores têm uma manhã livre e entram mais tarde noutra manhã)

  1. Eu sempre lecionei todas as expressões e Educação Fisíca às minhas turmas. Nunca fiquei à espera das AEC. Claro, já sou ” velha” nestas andanças. Fui preparada no antigo Magistério. Grande escola!

  2. Fenprof dá o dito por não dito e apoia politica do ME de monodocência.
    Xesús Bermello explicou aos delegados “como funcionam as escolas de educação primária”, dando particular destaque à dinâmica das equipas educativas – “fundamental” no dia-a-dia das escolas galegas, uma experiência que o auditório acompanhou com especial interesse. A característica essencial dos centros educativos primário na Galiza é a existência de docentes especializados. “Temos o docente generalista (matemática, ciências naturais, ciências sociais, etc) e temos os docentes de educação física, de ensino musical, de inglês; e temos ainda outros elementos, por exemplo na área da pedagogia terapêutica (para alunos com NEE) e também um especialista linguagem e de orientação”

    • É o que faz sentido. Esta prisão à monodocência só se explica pela perda de horários dos professores do 1º ciclo, que no entanto era compensada com a entrada de outros. Não é politicamente correto dizê-lo, mas depois admiramo-nos quando ouvimos alguém dizer que a FENPROF é a principal responsável pelo estado da educação. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra, mas algumas verdades são difíceis de negar…

  3. Como estão e vão continuar a estar, as Aecs deviam simplesmente desaparecer! Isto tudo para não contrariar os professores titulares de 1º ciclo que nada mais querem do que sair mais cedo! Enquanto ninguém tiver coragem para contrariar estes professores, as Aecs vão continuar assim!Horários de 5 ou 6 horas semanais, não obrigado!

  4. Venho por este meio esclarecer que os professores do 1ºciclo têm formação especifica para lecionar as aulas de Educação Física. No entanto se algum colega tiver alguma dificuldade nesta área, deverá comunicar ao orgão de gestão para que conste no Plano de Formação dos Professores do Agrupamento. Deste modo serão realizadas acções de formação nesta área ,orientadas por professores especialistas de Educação Física. As necessidade de formação de todos os professores deverá constar no Projeto Educativo do Agrupamento. Temos de uma vez por todas valorizar as atividades artísticas e desportivas. As AEC são atividades extra-curriculares e não podem substituir a Educação Física, que faz parte da matriz curricular do 1ºciclo.

    • aprender em acções de formação o que se aprende em 5 anos num curso de E.F…tem tudo para correr pessimamente mal

      • Os meus alunos da AEC de Jogos Tradicionais, têm-me dito que as professoras titulares raramente leccionam as aulas de E.F. a que estão obrigadas e utilizam esse tempo para acabar matéria que não foi dada no tempo de aulas. Isto é recorrente. Falei também com algumas professoras que me disseram que não leccionam as aulas porque não têm competência para tal. Também falei com outras professoras que já me disseram que é muito fácil dar a aula de EF, pois basta fazer duas equipas, uma bola lá para dentro e está feito….. Ando eu a precisar de dar mais aulinhas e os professores a brincarem com a educação e formação dos alunos…Sr. Ministro, Fenprof e que tal passarem nas escolas para saber o que se anda a passar não? é que, mais uma aula por dia fazia-me falta….aos professores titulares não faz assim tanta!

        • A questão não é pedagógica! Querem ganhar mais dinheiro e ter mais horário, mesmo que sacrifiquem colegas a um lobby??? Sim , de Educação Física! Sim que está metido no atual ministério, e muita gente sabe, e já o denunciou… Já agora é lamentável que um professor seja tão pouco informado que não saiba que a área de Expressões, no 1º Ciclo, não é Educação Física. Já que dá aulas a alunos do 1º Ciclo, pelo menos, estude um bocadinho antes de opinar disparates. Fique a saber também, já agora, que a as Expressões se dividem em três áreas : Físico- motora; Dramática e Plástica. São três horas semanais. Nada há no currículo que diga qual é a divisão horárias das mesmas… Mais há muita gente que reza pela tranversalidade, mas, quando chega a hora da verdade, a nossa ”disciplinazinha” é que vale… e de amantes de tudo transdisciplinar, sem exames, passa tudo a ser examinado, medido ao segundo, bem compartimentado, e com provas de aferição para ”apanhar” colegas do 1º Ciclo faltosos! Sem mais comentários !!!!

    • Simples meu caro amigo, Não têm, nem nunca terão qualificação para tal! Ensino primário não é Educação Física. Vamos parecer a Irlanda? Vejam bem em que ranking se encontra o ensino por cá! É lamentável como conseguimos num espaço de 4/5 anos retroceder 10 em termos educativos. Olhem para a Finlândia e façam a vossa apreciação. Não entendo, como podemos sequer ponderar tal ideia, enfim…Portugal no seu melhor!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. As AEC’s não são “Escola”, são AEC’s.
    Não se pode misturar o essencial com o acessório em “conversas de café”…

    • Talvez se a Escola fosse mais Escola, as AEC’s não fossem canalizadas para substituí-la. Quem de direito que assuma as suas responsabilidades, chega de jogar ao faz de conta e não me atire areia para os olhos.

  6. Sigo os seus comentários, como docente do Pré-Escolar, e a trabalhar, ao lado de docentes do 1º ciclo, observo, que a atividade física é implementada e muitas vezes qdo não há AEC de desporto, são as docentes titulares de turma, que lecionam. Já agora acho que a Educação Pré-Escolar, essa sim é o parente pobre da Educação. São as “hienas” na linha

  7. No primeiro ciclo não há, nem nunca houve, a disciplina de educação física. Há sim expressão físico motora como está definida no programa. Lamentável são as condições físicas de muitas escolas para a implementação das atividades definidas no dito programa curricular

    • Sou professor de AEC (A.F. D.) há cerca de 10 anos, e sempre que me foram fornecidas as orientações programáticas estas incluíam, para 3º e 4º ano:
      – Iniciação ao basquetebol
      – Iniciação ao voleibol
      – iniciação ao futebol
      – iniciação ao andebol
      – atletismo (que não é só correr!!!)
      – ginástica (onde se inclui: cambalhotas à frente, cambalhotas atrás, subida para pino, roda, etc)
      – patinagem (opcional)
      – natação (opcional)
      (exemplo: http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Basico/AEC/ativ_fisica_desportiva.pdf )

      Isto não é bem a mesma coisa que que a expressão físico motora (EFM) leccionada no tempo lectivo pelo professor titular…

      Não se pode comparar a EFM com a AFD lecionada pelos professores das AEC. Isto não é só com a AFD, passa-se o mesmo com a “Musica” e a “Expressão Plástica”.

      Posso dizer que AFD também é, muitas vezes, mal leccionada principalmente devido ao mau recrutamento. Já tive colegas a leccionar AFD que eram formados em matemática e ciências, musica, uns que a única formação era serem treinadores de futebol, professores formados em educação física e desporto (3º ciclo e secundário) etc etc. Isto chega ao ponto de ver um agrupamento a recrutar professores para AEC em que era um critério eliminatório ter um curso na área do desporto que não dá habilitação para leccionar no 1º nem no 2º ciclo.

      • Caro colega, parece-me que será exagerado haver como critério eliminatório ter um curso na área de desporto que não dá habilitação para leccionar o 1º nem o 2º ciclo, mas aceito perfeitamente que quem tenha um curso para leccionar EF ao 1º e 2º ciclo tenha prioridade no concurso para a AEC de AFD visto que terá uma formação especifica para leccionar na faixa etária pretendida. Mas por principio acho que a AEC de AFD nem devia existir, não faz sentido uma vez que têm expressão Fisico Motora no curriculo obrigatório de 1º ciclo. Devia era arranjar-se forma de estes conteúdos serem realmente leccionados (dentro do horário da turma, não em “pós laboral”) como está previsto no programa.

  8. “Isto tudo para não contrariar os professores titulares de 1º ciclo que nada mais querem do que sair mais cedo!…”
    Caro Cláudio, nada mais errado que o seu pensamento:
    -antes de existirem AEC, quando a monodocência era real e os professores organizavam as suas planificações diárias, sem estarem sujeitos a dar X aulas semanais de Português e Y aulas de Matemática, quando a carga curricular era aceitável e não havia 4 ou 5 livros por disciplina (para que as Editoras tenham lucros e os pais exijam que “sejam feitos porque os compraram”), os professores do 1.º Ciclo tinham tempo;
    – quando os edifícios escolares não tinham ginásios e eram de reduzidas dimensões, os horários eram, na sua maior parte, duplos- 8 às 13, um turno,e, 13:15 às 18:15, outro turno; os professores trabalhavam 5 horas e tinham uma manhã ou uma tarde para a sua componente individual; no horário normal, saiam todos os dias às 15:30.
    -não havia a indisciplina que existe atualmente, nem alunos deprimidos, ensonados, doentes de
    cansaço; todos os tempos eram aproveitados e a Expressão Física era lecionada, tal como a Expressão Dramática e Musical; lembro-me perfeitamente de apresentar ‘peças teatrais’ aos pais, de ensaiar canções para as festas, de fazer eu própria os exercícios físicos ( baseados em jogos tradicionais) com os alunos.
    Havia tempo para nos juntarmos com outras Escolas, para projetos comuns, dias de convívio, piqueniques, corridas e jogos ao ar livre nos espaços verdes, passeios a pé pelas localidades, descobrindo o Património.
    O que está errado hoje, que nada disto é possível?
    As AEC não vieram retirar horas aos professores do 1.º Ciclo- vieram acrescentá-las. Vieram trazer Reuniões, Supervisões, Avaliações… A “Escola a tempo inteiro”, o Currículo, a introdução da divisão disciplinar…tudo isso retirou qualidade ao ensino, saúde às crianças e aos professores, que não têm alternativa a não ser deixar as Expressões para os colegas das AEC, que têm uma formação técnica , enquanto a do monodocente é adaptada à faixa etária da infância (até aos 9/10 anos).
    Como fazer de outra forma? Hoje, não temos TEMPO! Quanto maior a sobrecarga de horas letivas e de conteúdos, menor a rentabilidade e a qualidade das aprendizagens. Sono, desalento, enfado. Isso é o que se sente nas salas de aula do 1.º Ciclo. Nem tecnologia, nem informática, nem diversificação de métodos. O cansaço não permite às crianças apreciar quase nada.
    NÃO VEJO O BRILHO NO OLHAR. NÃO VEJO O ENTUSIASMO DE OUTROS TEMPOS.
    Serei só eu?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here