Home Família “Os meus filhos têm um lar feliz e seguro, mas não, não...

“Os meus filhos têm um lar feliz e seguro, mas não, não é uma escola.”

3186
0

Regan Long é mãe de cinco filhos e tal como muitas mães e pais em todo o mundo, enfrenta as dificuldades da telescola em tempos de pandemia. Num dos dias em que tentava conciliar as responsabilidades de mãe e manter os filhos concentrados na telescola acabou por “desistir”.

A professora de um dos seus filhos estava a pedir uma videochamada por Zoom com o Regan e com o filho. Enquanto a mulher tentava fazer a videochamada, tinha outros dois filhos em reuniões no Google e precisou de pedir à filha mais velha que parasse o que estava a fazer para segurar no filho bebé. O pai encontrava-se numa chamada de trabalho e Regan lutava contra o computador para encontrar o link do Zoom para iniciar a videochamada.

Ao mesmo tempo, o computador não estava a fazer ligação à internet, o bebé chorava, a filha mais velha já estava frustrada por ter de parar os trabalhos que estava a fazer e ouvia-se os outros dois filhos a fazer as suas reuniões da telescola noutra divisão da casa.

Regan estava pronta para atirar o computador da mesa quando finalmente ‘explodiu’ e disse à professora do filho: “Sou apenas uma pessoa a tentar conciliar os horários de cinco filhos e todos os dias oscilo entre ter momentos em que tudo está controlado e outros em que estou prestes a perder a paciência”.

“Desculpe, desisto. Isto não é normal, nada disto é”, afirmou ainda a mãe de cinco crianças. A professora compreendeu a situação e quando perguntou sobre algumas das avaliações mais baixas nos testes de compreensão de leitura da filha que tinha tido notas altas ao longo do ano, a mulher rapidamente desabafou.

“Este não é um ambiente propício à aprendizagem. Simplesmente não é. Os meus filhos têm um lar feliz e seguro, mas não, não é uma escola. Para ser honesto, na maioria dos dias é um espetáculo de m****. Não há muita paz e sossego durante o dia e, quando alguém tenta fazer videochamada em alguma divisão da casa ou em numa determinada sala, é possível ouvir outra chamada de Zoom. Então não, ela [filha] não está a conseguir concentrar-se”, explicou.

A publicação franca e honesta sobre as dificuldades da telescola tornou-se viral nas redes sociais.

(carregar na imagem para ver publicação original)

Fonte: Correio da Manhã

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here