Home Escola Os Alunos Devem Limpar Casas De Banho, Limpar Salas E Servir Refeições...

Os Alunos Devem Limpar Casas De Banho, Limpar Salas E Servir Refeições De Forma Regular?

3412
6

Uma mãe acaba de fazer queixa na comunicação social por a escola ter obrigado a sua filha a lavar casas de banho como castigo por ter chegado atrasada. A escola nega, diz que as acusações estão cheias de “omissões e inverdades” e a direção abriu um processo de averiguações.

Sobre a medida aplicada e se a versão da mãe for correta, considero excessiva a obrigação de limpar casas de banho como castigo por chegar atrasada, mas não considero descabido que os alunos comecem a realizar este tipo de tarefas nas escolas como parte da sua formação.

Limpar não é vergonha nenhuma e talvez assim comecem a ter mais respeito pelo espaço escolar e acabe-se com a vergonha de termos casas de banho sem papel higiénico e sem sabonote. Infelizmente tal acontece porque estes duram no máximo 1 dia e acabam frequentemente colados ao teto…

Os chineses incluem as ações domésticas no seu currículo e são apenas uma das maiores potências mundiais. Falam em consciência cívica e respeito pelo património público e estudos apontam que as crianças e jovens que realizam tarefas domésticas são mais responsáveis, independentes, organizadas e com maior espírito de entreajuda.

É verdade que é uma questão cultural e em Portugal muitas das tarefas domésticas ainda caem sobre os ombros das mães, mas a escola, que tanto fala em Cidadania, deveria mostrar à restante sociedade que de pequenino se torce o pepino. Comemorar o dia do ambiente, plantar umas árvores, ensinar o conceito da reciclagem, são boas iniciativas que podem e devem continuar, mas alicerçadas em novas tarefas que só fortalecem os mais novos.

Hoje em dia colocamos os alunos a realizar trabalho comunitário quando se portam mal, transmitindo a estes a máxima “só limpas quando estás de castigo”.

Está tudo ao contrário…

Aluna obrigada a limpar casa de banho da escola por chegar atrasada

6 COMMENTS

  1. Partilho a opinião relativa ao castigo. Limpar não pode ser associado a castigo mas sim a um dever.
    Envolver os alunos na manutenção dos espaços como rotina, com hora marcada no horário, seria, talvez, muito mais eficaz para desenvolver uma consciência cívica.
    Há muitos anos, em colégios privados em Moçambique, com mensalidade elevada, a limpeza fazia parte das obrigações diárias, incluindo as casas de banho. Não me lembro de algum pai ter reclamado, apesar de pagar!
    Em Portugal continua a deitar-se, com uma normalidade constrangedora, lixo para o chão, pára-se em segunda e terceira fila, deixa-me lixo junto aos contentores cheios ou mesmo quando vazios, vandaliza-se o mobiliário público, grafita-se em todo lado, deixam-se beatas na praia, na rua…
    Entretanto, na escola, vamos fazendo uns cartazes e umas palestras, umas pesquisas sobre direitos humanos, ambiente e outras temáticas relacionadas com a cidadania…??!!
    Somos um povo focado nos direitos como se os deveres fizessem parte de outro mundo que não pretendemos conhecer ou habitar!
    Também temos coisas muito boas, o problema é que as más também são mesmo muito más!

  2. No Japão acontece o mesmo e em Portugal não é um problema cultural é mesmo falta de educação porque quando eu andava na escola primária éramos nós os alunos que limpávamos as salas de aula e o resto da escola.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here