Home Escola Onde está a autonomia?

Onde está a autonomia?

58
0

Na recente conferência sobre Indisciplina em Meio Escolar, David Justino falou que um dos pontos que contribui para a indisciplina é a duração da aula. Esta questão não é assim tão linear…

Notícia Diário Económico

NINGUÉM CONSEGUE CONTROLAR UMA TURMA DE 25 ALUNOS DURANTE UMA HORA E MEIA

As escolas puderam optar por aulas de 45/90 minutos ou 50 minutos. As questões disciplinares, deviam ter sido um fator de ponderação para essa decisão e não apenas um mero calculo contabilístico para ver qual a opção que fazia “sangrar” menos professores…

A duração da aula, os seus benefícios e prejuízos, variam muito consoante a tipologia de área curricular. Haverá quem prefira aulas maiores, outros no entanto gostariam de ter aulas mais reduzidas. Por exemplo, sou da opinião que não faz sentido aulas de educação física de 45 minutos. Depois temos a questão do ADN da turma. Podemos ter turmas de 25 alunos que aguentam perfeitamente aulas de 90 minutos, mas por outro lado podemos ter turmas de 15 alunos em que as aulas de 90 minutos são um autentico suplicio. Assim de repente vem-me à cabeça os Vocacionais e os PIEFs.

O que eu defendo é que de uma vez por todas as escolas tenham autonomia para decidir a duração das suas aulas. Vou mesmo ao ponto de afirmar que na mesma escola algumas turmas tenham aulas com a duração X e outras com a duração Y. Esta autonomia não é nova e é utilizada em países como a Holanda ou a Itália, conforme podem verificar no quadro abaixo.

Carga horária semanal mínima
Os Tempos na Escolas – Estudo Comparativo da Carga Horária em Portugal e Noutros Países

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here