Home Rubricas O tempo do “ainda” ocupante de Belém está a terminar.

O tempo do “ainda” ocupante de Belém está a terminar.

42
0

Esperemos que neste último mês e meio de permanência, não haja necessidade pública do “ainda” ocupante de Belém, falar e aparecer, para além das Festas de fim-de-ano.

E assim, esperemos que a partir do início deste Dezembro de 2015, seja dado o pertinente espaço, ao que o actual não tem facilitado, que é à campanha Eleitoral para o seu substituto.

Esperemos que, o que não será assim tão difícil o próximo seja mais “conciliador” , mais “moderador”, mais Presidente em tempos nada fáceis e que este que finalmente, se vá embora.

Não tendo, de facto, sido tempos fáceis, quem ainda lá está não conseguiu ajudar a resolvê-los e foi mais vezes nestes dois mandatos parte do problema, do que da solução.

E esperemos que vá saindo, para o outro comparecer.

Depois, já de fora irá escrever muitos livros com “Eu avisei”, “Eu disse”, “Eu sabia”, mas só serão lidos por quem os comprar, e quiser prologar mais, do mesmo.

Pena, ao fim de 10 anos ser a Presidência da República mais uma das Instituição deste nosso País que necessita urgentemente de se reafirmar. Pena, ter sido mais uma das Instituições ainda para mais Unipessoal que não soube manter-se como tal.

Os tempos foram sem dúvida difíceis, e vão continuar a sê-lo, se não ainda piores, mas para isso os nossos impostos pagam ao lá residente, para fazer o melhor que pode e deve, pelo Pais.

E como todos os outros lugares em Instituições públicas, pagas para existirem pelos nossos impostos, devem funcionar sempre e só a favor das maiorias e com as minorias, e a tentar fazer acordos e moderação e não crispações, mas, foi o caso.

Assim, esperemos que estes 10 aos sejam mais um marco histórico do que não deveria ter acontecido e de como melhor, muito melhor tem que actuar, ser e estar o próximo ocupante da Presidência da República.

E, chegou o tempo de olhar em frente, de por muito que muitos não gostem do Governo que tomou posse na última quinta-feira de Novembro de 2015 – contra total vontade declarada de quem o empossou – funcione.

Não vai ser fácil. Vai ter bastantes problemas com os Partidos à sua esquerda e que o apoiam. Quanto aos que agora saem, claro que vão fazer tudo no ”bota-abaixo”, para tentar rapidamente recuperar o Poder, pelo Poder e não pelo País.

Mas entretanto, e repetindo, contra a vontade do ainda actual residente em Belém, são Governo. E é neste que temos que apostar, a ver se o Pais não afunda de vez. E teremos que ver se consegue – com muitas dúvidas – aumentar o Emprego, aumentar a Economia, diminuir a dívida, falar muito pouco, e fazer muito.

Tem que  ser unido, não deve permitir-se a que Ministros falem por tudo e por nada com a nossa comunicação social e tenha a cabeça que parece conseguir tê-la. Não fale cada um para seu lado, façam muito e falem pouco e quem deve governe, melhor que o anterior. Quanto ao ocupante de Belém, venha o próximo!

Augusto Küttner de Magalhães

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here