Início Família O mau mimo.

O mau mimo.

130
0

Muito curiosa a abordagem de José Morgado num texto excelente sobre o mimo. O mimo é algo benéfico, um elo de ligação entre pais e filhos. A sua ausência quebra esse vínculo, deixando crianças desorientadas e perdidas. Mas até que ponto é que o mimo dado pelos pais é um bom mimo? Tudo tem o seu momento, tudo tem o seu timing e o mimo dado na altura errada ou em quantidades excessivas pode causar estragos que mais tarde serão pagos e com juros.

Fica o excerto do artigo e o respetivo link

De uma forma geral, as crianças não terão afeto a mais, poderão, isso sim, ser objecto de “mau afeto”. É essa falta de qualidade que lhes poderá ser prejudicial. Não é mau por ser muito, é mau porque asfixia, oprime, não deixa que os miúdos cresçam, distorce a perceção da criança de si própria e do seu funcionamento, não permite o estabelecimento de uma relação saudável, protetora e promotora da autonomia das crianças, uma condição fundamental para o seu desenvolvimento positivo. No entanto, não é este tipo de reflexão que leva muitos de nós a falar dos “mimos a mais”.

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here