Home Rubricas “O intolerante regime fez de nós os ignorantes e tolos”

“O intolerante regime fez de nós os ignorantes e tolos”

A humilhação pública dos professores é o seu objectivo, a analfabetização do povo é a sua arma.

1062
3

No esgotamento de um final de ano lectivo, isolei os meus pensamentos, durante o mês que hoje termina, de tudo o que atenta contra as minhas convicções de moral, cidadania, profissionalismo, respeito, ética e honestidade. Tentei a sério, que nada interferisse com um descanso merecido e necessário para a minha sanidade mental. Ouvi e li todo o desenrolar de situações que fiz questão de manter em segundo plano pois precisava da monotonia do mar, do calor do sol e da suavidade da noite.

Preparo-me para o início de mais um ano com a panóplia de notas informativas, esclarecimentos das notas informativas, portarias, despachos, todas as intolerâncias dos que se dizem tolerantes e toda a ignorância de quem se apelida de iluminado. Assusta-me a perspectiva de continuar numa escola que serve de laboratório de experiências para que ideologias, aleivosias, pedestais, ódios de estimação e doutrinas, que por serem de interesse político e económico estão cientificamente correctas. Ai de nós, meros professores, termos opiniões ou verdades, mesmo que comprovadas pela prática, diferentes destas. Esta moderna inquisição queimar-nos-ia em praça pública como já é usual. O intolerante regime fez de nós os ignorantes e tolos. A humilhação pública dos professores é o seu objectivo, a analfabetização do povo é a sua arma.

Inflamam-se nos discursos da inclusão, da identidade e igualdade de género, da flexibilidade e de tudo o que permitir a distracção de assuntos bem mais pertinentes e essenciais a uma escola digna e justa para todos, alunos, professores e demais agentes da educação. Como professora e ser humano sempre respeitei todos sem excepção. Tento transmitir aos meus filhos e aos meus alunos essa consciência, pelas palavras e sobretudo pelo exemplo. Nunca precisei de nenhuma lei para assim agir. Não considero de todo que o que se está a legislar e a proclamar, seja em prol desse direito. Cada um de nós tem o direito a ser, estar e agir de acordo com as suas convicções. O respeito é uma regra básica do civismo. Não pode nem deve ser legislado. Os alicerces são a prioridade primeira se desejamos uma casa segura. Do que tenho assistido até agora, em silêncio, concluo hoje que não passam de adereços, sem qualquer urgência, pois ainda não se edificou o essencial.

Chegam esclarecimentos que atiram areia para os olhos de quem lê e ouve a comunicação social no seu melhor, ao serviço da imbecilização da população. A aldrabice de promessas várias (como a colocação de mais assistentes operacionais nas escolas, a redução do número de alunos por turma, as condições de trabalho, a falta de material adequado e actualizado…) serve para nem se dar conta que tudo não passa de vésperas de eleições.

Sinto insultada a minha inteligência e a de qualquer professor minimamente esclarecido quando secretários de estado, ministros, primeiro ministro e presidente da república vêm esclarecer todos os atentados à Constituição da República que, como todos sabemos é a Lei máxima do país.

Demos uso à nossa inteligência e experiência. Sejamos resilientes. Um bom ano lectivo para todos.

Maria do Rosário

Professora do 2º ciclo do Ensino Básico

3 COMMENTS

  1. essa dos manuais que serviam para todos os irmãos lá de casa tem semelhanças com a atualidade, com a diferença que todos têm irmãos a quem devem passar os manuais usados e livres de riscos! quem se lembra da professora que proibia de riscar os manuais? (até a lápis que fosse!). viva a ditadura do capital!

  2. Gostei de ler e concordo em absoluto!

    “O intolerante regime fez de nós os ignorantes e tolos”
    A humilhação pública dos professores é o seu objectivo, a analfabetização do povo é a sua arma.” – NEM MAIS!!!

    ‘Sinto insultada a minha inteligência e a de qualquer professor minimamente esclarecido quando secretários de estado, ministros, primeiro ministro e presidente da república vêm esclarecer todos os atentados à Constituição da República que, como todos sabemos é a Lei máxima do país” – Verdadeiros, óbvios e vergonhosos atentados e sem qualquer pingo de pudor!!! Onde mora a capacidade de indignação deste país?

    Mas, igualmente vergonhoso é existirem ‘professores” que votam nesta gente!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here