Home Escola O Estudo ComRegras “A (in)Disciplina na Família” na comunicação social.

O Estudo ComRegras “A (in)Disciplina na Família” na comunicação social.

99
0

jornais

A força da LUSA (jornalista Cecília Malheiro) tem este efeito, mesmo que ocorra em modo “copy paste”. Realço o jornal Público que fez uma notícia própria sobre o estudo no qual destaco o seguinte:

De regresso à percepção da indisciplina nas escolas, o também autor do blogue ComRegras, onde este estudo pode ser consultado, considera que às diferenças registadas quando se olha para a escola dos filhos ou para as outras no geral “não será alheia a influência da mediatização deste assunto em detrimento das práticas positivas realizadas” nos estabelecimentos escolares.

Mas esta poderá ser uma percepção enganosa, como mostra um estudo de Março promovido por Alexandre Henriques sobre a indisciplina na escola, realizado em 4,4% dos agrupamentos escolares, num universo de 50 mil alunos. “O número de participações disciplinares (ordem de saída de sala de aula) é claramente elevada, são mais de 9 mil participações em apenas 4,4% dos agrupamentos/escolas em Portugal, o que extrapolando para uma amostragem a 100%, levaria a um número superior a 200 mil participações disciplinares num só ano”, comentou então o autor do blogue ComRegras, para quem a indisciplina na escola é mesmo o principal problema do sistema educativo português.

Parece um contradição mas não é. Existe uma elevada taxa de indisciplina nas escolas portuguesas, verdade, e a mediatização de várias ocorrências fomenta essa mesma opinião. Mas o facto do perfil dos alunos deste estudo não evidenciar problemas disciplinares e revelar até bastante sucesso, inclina a opinião do encarregado de educação para que na escola do seu educando a indisciplina seja menor. É que a opinião dos encarregados de educação baseia-se principalmente no que lhes é dito em casa e se há algo que eu já aprendi ao longo dos anos, é que nós adultos, somos muito mais exigentes nos padrões de desempenho e comportamento.

Para os pais a indisciplina mora sempre na escola ao lado

(Público Clara Viana)

Maioria dos pais com curso superior ajudam filhos nos trabalhos de casa

(Diário Digital | Sapo – Susana Krauss)

Quarto desarrumado e telemóveis no centro das discussões entre pais e filhos

(TVI 24)

“Larga o telemóvel e faz a cama!”

(TSF)

Porque discutem pais e filhos?

(DN)

Quarto desarrumado e uso de telemóveis são principais causas de discussão entre pais e filhos

(Observador | Público)

Veja se estas são algumas das razões pelas quais discute com os seus filhos

(JN)

Discussões entre pais e filhos

(Economia PT)

E no blogue Atenta Inquietude

A Ajuda dos Pais nas Tarefas Escolares

(José Morgado)

Podem consultar o estudo completo aqui

*Artigo atualizado se se justificar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here