Home Rubricas O Espaço Escolar Degradado e o Lixo.

O Espaço Escolar Degradado e o Lixo.

219
0

AnabelaIniciei a actividade docente durante os anos 80 e, desde aí, já passei por inúmeras escolas. Todas mais ou menos degradadas em temos de espaços físicos – desde portas esventradas a paredes descascadas, a entradas de água da chuva pelas coberturas a cair em baldes estrategicamente colocados nas salas de aula, a escritos por tudo quanto é lado, a torneiras a não funcionar, a tomadas esventradas, a estores feitos em pedaços, a fungos aos molhos, a armários inúteis de tão escaqueirados…

Hoje, olhando para trás, não recordo uma impecável em termos conservação dos espaços por onde professores, alunos e funcionários se movimentavam, à época, e, em alguns casos, ainda se movimentam. Hoje, olhando para trás, também não recordo uma impecável em termos de inexistência de lixo. Na verdade, por mais que os funcionários limpem, por mais caixotes do lixo que se espalhem no recinto escolar, por mais que os alunos sejam chamados à atenção, o lixo continua a aparecer espalhado pelo chão, aqui e ali, nos jardins, nos caminhos, nas escadas, à entrada das salas de aula, nas próprias salas de aula.

A minha escola actual não é excepção e sendo que nós, professores no activo hoje, já estamos a receber na escola a geração dos filhos dos que já foram nossos alunos um dia, que são gente escolarizada, mais ou menos, bem o sei, é caso para perguntar: Como é isto possível? Como é que uma regra tão simples, de respeito pelo outro num espaço que é comum, que é de todos nós e que é de Educação por excelência, não está ainda interiorizada passados todos estes anos a martelar de todas as formas e feitios, estas informações? Estou convencida que os espaços físicos degradados – “jardins” miseráveis, paredes e tectos colonizados pelos fungos, cercas destruídas, fios diversos pendurados,.. – sem serem causa única, potenciam este desleixo e este lixo que se atira, sem dó nem piedade, para um espaço que devia ser Home para cada um de nós – alunos, professores, assistentes operacionais. Gostaria de saber o que se passou/passa nas escolas “xpto” já reabilitadas pela Parque Escolar… mas, é um palpite, o desleixo não será assim tão grande…

Anabela Magalhães

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here