Home Escola O Ensino Obrigatório Na Europa – 2019/20

O Ensino Obrigatório Na Europa – 2019/20

34
0

(…)

Em pouco mais de metade dos sistemas educativos europeus, a educação/formação obrigatória a tempo inteiro tem a duração de 10-11 anos e termina aos 15-16 anos, exceto na Roménia, onde a idade de conclusão é aos 17 anos. Nos Países Baixos, os alunos de 16 anos que não obtiveram uma qualificação de base (Startkwalificatie) têm de prosseguir o seu percurso de formação até aos 18 anos ou até obterem um certificado do secundário superior geral (HAVO) ou pré-universitário (VWO) ou EFP (no mínimo MBO 2). Em oito sistemas educativos (Estónia, Polónia, Eslovénia, Albânia, Bósnia-Herzegovina, Listenstaine, Montenegro e Sérvia), a educação/formação obrigatória a tempo inteiro tem a duração de 9 anos.

Em 11 sistemas educativos, a educação/formação é obrigatória por um período superior a 11 anos. Na Bélgica (as três Comunidades), Luxemburgo, Portugal, Reino Unido (Irlanda do Norte) e Turquia, a duração da educação/formação obrigatória a tempo inteiro é de 12 anos, enquanto em França e na Hungria os alunos são obrigados a frequentar a escola durante 13 anos. Em França, a partir de setembro de 2020, a educação/formação obrigatória passa a ter a duração de 15 anos. Na Alemanha, a duração desta oferta varia entre os Länder, sendo de 12 anos e de 13 anos em 11 e 5 Länder, respetivamente. Na Macedónia do Norte, a duração da escolaridade varia entre os 11 e 13 anos, dependendo do programa frequentado durante o ensino secundário superior (ver notas específicas por país).

No conjunto dos países, o período de educação/formação obrigatória a tempo inteiro inclui, pelo menos, os níveis primário e secundário inferior (CITE níveis 1 e 2). Em alguns países, também contém um ou mais níveis do ensino secundário superior (CITE nível 3). Em quatro sistemas educativos (Países Baixos, Áustria, Polónia e Reino Unido – Inglaterra), ao período de educação/formação obrigatória a tempo inteiro segue-se um percurso de educação/formação complementar obrigatória a tempo parcial. No Reino Unido (Inglaterra), por exemplo, após a conclusão da escolaridade obrigatória a tempo inteiro (16 anos), os jovens ainda têm de permanecer na educação ou formação até ao seu 18.º aniversário. No entanto, a frequência da educação a tempo inteiro não é obrigatória. Os jovens também podem cumprir esta etapa participando na oferta de educação ou formação a tempo parcial combinada com o trabalho a tempo inteiro, o voluntariado ou a aprendizagem em contexto de trabalho.

(carregar na imagem para aceder ao documento)

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here