Home Escola A notícia do JN sobre os atestados dos professores é falsa!

A notícia do JN sobre os atestados dos professores é falsa!

117
0

Quem o afirma é o blogue Assistente Técnico e tem toda a razão. Nestes últimos dias, tive um vislumbre de como a comunicação social funciona e confesso que fiquei desiludido. Desde títulos errados com “invenções” de dados, transcrições feitas com o “joelho”, atribuição de créditos a pessoas erradas, a comunicação social está atualmente dirigida para o lucro a qualquer custo, é pena e merecíamos mais e melhor. Hoje já não vejo as notícias com os mesmos olhos e a notícia do JN é mais uma prova.

Sobre a notícia em si, importa lembrar que os cortes remuneratórios para quem está de atestado médico são significativos, principalmente nos 3 primeiros dias. E das duas uma, se a notícia insinua que os professores são uns “baldas” e que faltam, faltam, faltam, então convém apurar quais os médicos que passam atestados falsos. Não será mais fácil ir de cima para baixo do que de baixo para cima?

Por outro lado, se olharmos para a notícia tendo como premissa que os atestados médicos são verdadeiros, então 2+2 ainda são 4, e os índices de burnout docente e indisciplina só ajudam a uma conclusão óbvia…

super-cansado
Os professores estão super cansados…

Fica o link do Assistente Técnico e um pequeno excerto. Recomendo!

JN – “Ministério não sabe quantos professores estão de baixa” – é mentira!

Face à notícia do JN, que por vezes gosta de bater nos funcionários públicos, em jeito de direito de resposta 🙂 É falsa a notícia.
Todas as Escolas exportam mensalmente!!! Todas as faltas para o MISI (MEC), relativamente a todos os funcionários, aqui incluídos os professores!
Realço que o MEC até sabe quem é o médico que emite o atestado/baixa médica!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here