Início Rubricas Notas a Metro – Rosas e Cravos…

Notas a Metro – Rosas e Cravos…

50
0

imageNo dia 23 de Abril assinalamos o Dia Mundial do Livro e dia Direitos de Autor, instituído pela UNESCO. As iniciativas multiplicam-se em torno da leitura, dos autores, do amor pelos livros.

Trocam-se rosas por livros à boa maneira de Barcelona, não há biblioteca que não assinale o dia, não há livraria que não brinde os seus clientes com uma espécie de festa à volta do livro. No entanto, ainda me preocupam a quantidade de pessoas que no mundo ainda não conseguem ler…apesar dos objetivos do milénio, apesar dos esforços em explicar a vantagem de sociedades letradas e da repercussão no desenvolvimento de uma região, de um país, as percentagens de analfabetos no mundo são ainda significativas. Afinal o mundo ainda está a velocidades muito desconhecidas…

Sobre o autor, recomendo o filme: “Sal da Terra” de Wim Wenders e Juliano Salgado sobre a obra e a descrição deste economista, fotógrafo. Um filme chocante, que  nos faz pensar no nosso quotidiano e naqueles que nada têm. Em 90 minutos experimentamos estados emocionais entre a tristeza, a amargura, mas também a esperança. Uma aula de geografia do mundo, completa-se com a exposição a decorrer em Lisboa.

Estamos em vésperas de 25 de Abril, é inevitável não pensar nos ganhos que obtive enquanto pessoa. Sou de uma geração que cresceu em liberdade e que pode trilhar caminhos, já tive oportunidade de agradecer a um militar de Abril que participou na coluna de salgueiro Maia. Os discursos multiplicam-se sobre o que se ganhou o que cada partido fez pela liberdade, amanhã é dia de troca de ironias de acusações…mas, não devíamos falar de liberdade todos os dias? Sim, porque todos os dias é dia de pensar sobre o ensino público como um bem comum…desafio: pensar sem números.

 Elisabete Fiel

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here