Home Notícias Não é só reduzir, mas também…

Não é só reduzir, mas também…

106
1

Não é só reduzir, mas também..O Parlamento discutiu hoje, 07 de abril de 2016, o redimensionamento das turmas no Ensino Público. Atualmente o número de alunos por turma oscila entre 20 a 25 no pré-escolar, 26 e 30 no 2º e 3º ciclos e 24 e 30 no secundário, de acordo com a legislação em vigor implementada pelo anterior governo.

Um outro assunto abordado durante o debate parlamentar foi o sucesso escolar. Os resultados escolares dos alunos levantam muitas interrogações, em especial após o estudo divulgado pela OCDE, que coloca os alunos portugueses entre os que apresentam uma das mais elevadas taxas de retenção, claramente abaixo da média dos países que compõe o estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

Os projetos de resolução apresentados pelo PS, BE, PCP, Verdes e CDS são coincidentes no ponto em que reconhecem que é importante uma redução da dimensão das turmas, no entanto são bastante distintos na forma de o fazer, como se pode ver na notícia do Diário Digital – Parlamento Discute Amanhã Redução de Alunos Por Turma e Sucesso Escolar”. O PSD, não apresentou nenhuma proposta e foi acompanhado pelo PAN nesta decisão.    

Ao longo dos últimos anos, em especial desde o alargamento, muitas foram as vozes que afirmaram que turmas desta dimensão prejudicavam profundamente as dinâmicas da sala de aula e promoviam o insucesso escolar.

Uma dessas vozes é a de Alexandre Henriques, que recentemente, através do 1º Estudo Sobre Indisciplina com Dados das Escolas, deu a conhecer de uma forma sustentada a realidade disciplinar do nosso país. “O número de participações disciplinares (ordem de saída de sala de aula), é claramente elevado, são mais de 9000 participações em apenas 4% dos Agrupamentos/Escolas, um universo aproximado de 50 mil alunos. O que, extrapolando para uma amostragem de 100%, levaria, hipoteticamente, a um número superior a 200 mil participações disciplinares num só ano.”

Entre o ano letivo 2011/2012 e 2014/2015 o número de alunos com participações disciplinares subiu de 6,9% para 7,7%, sendo que este aumento é coincidente com o período em que se verificou o aumento de alunos por turma. Levanta-se assim a questão, mais alunos por turma significa mau comportamento por parte de alunos que não o tinham antes?

É uma conclusão perfeitamente aceitável, aliás qualquer professor tem consciência que, independentemente das razões que levam ao surgimento do mau comportamento por parte de um aluno, este comportamento e este aluno acabam por arrastar alguns dos colegas que por graça ou mero sentimento de afirmação o valorizam e o vêm como um exemplo. Naturalmente este tipo de situações acaba por aumentar se a turma tiver uma dimensão que dificulte uma intervenção rápida e assertiva que ponha termo à situação e reforce a autoridade do professor.

As conclusões do estudo atrás referido são demasiado alarmantes para que a discussão no Parlamento seja estanque e principalmente não tenha tradução prática para as escolas. É obrigatório construir uma estratégia conjunta que combata o problema da indisciplina e do insucesso na sua fonte e converta as escolas em locais de aprendizagem e valorização pessoal.

Consulte aqui o artigo:

Problemas de comportamento aumentam em turmas maiores

1 COMMENT

  1. “Entre o ano letivo 2011/2012 e 2014/2015 o número de alunos com participações disciplinares subiu de 6,9% para 7,7%, sendo que este aumento é coincidente com o período em que se verificou o aumento de alunos por turma. Levanta-se assim a questão, mais alunos por turma significa mau comportamento por parte de alunos que não o tinham antes?”
    Sem dúvida uma questão pertinente e nada descabida. O fenómeno de afirmação social e integração/aceitação num determinado grupo leva muitas vezes a atitudes fora do conduta normal. Uma coisa é certa, conforme o estudo mostra, nos últimos 4 anos a base de alunos com participações disciplinares aumentou. A indisciplina tornou-se algo banal, rotineira e por vezes até aceite, numa clara derrota de valores preponderantes para o sucesso escolar, familiar e social.
    A extrapolação para mais de 200 mil (218 mil precisamente) participações disciplinares num só ano é ESMAGADORA! Este número só por si devia intimidar quem nos governa e as políticas educativas independentemente do seu rumo deviam ter este número bem presente…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here