Home Notícias Não à Municipalização da Educação! Menos Poder para os Diretores!

Não à Municipalização da Educação! Menos Poder para os Diretores!

245
1

Esta é uma das posições mais consensuais entre os docentes – o não à municipalização da educação sai cheio e encorpado nas escolas de Norte a Sul do país, ditado pela maioria dos professores que não quer ouvir falar disto nem se dourarem muito a pílula. E, no entanto, a municipalização da educação está em marcha agora travestida de descentralização.

A Fenprof está atenta e contra, nem podia ser de outra forma. E já prometeu lutar com as armas de sempre – as manifestações, as greves – se o Governo não negociar a descentralização de competências e um novo modelo de gestão para as escolas.

Hoje dou a palavra a Mário Nogueira:

“Fica claro para a Fenprof que, se por causa disto, se por causa de contrariar este caminho de municipalização, tiver que voltar com os professores à rua, tiver que promover lutas que podem passar pelas mais diversas formas – ainda que sejam greves, não importa – contra o processo de municipalização, o Governo pode contar com uma oposição fortíssima da Fenprof, porque esse processo merece uma oposição fortíssima dos professores”

“Não vamos ficar nem a olhar, nem a pensar que por ser um Governo diferente do anterior o processo pode não ser tão mau como o anterior. O que para nós está em causa é o processo, não quem o concretiza.”

O Público dá-nos ainda conta de um outro assunto consensual entre os professores: 92% dos professores quer que os directores tenham menos poder, revela o Inquérito da Fenprof realizado a 25 mil docentes.

Municipalização da educação pode levar professores de volta à rua e à greve

Menos poder para os directores, defendem 92% dos professores

É ainda notícia de hoje o modelo de acesso à universidade e o facto de continuar a existir inflação de notas nas escolas privadas.

Sapo

Escolas públicas e privadas querem alterar acesso à universidade

JN

Escolas privadas continuam a inflacionar notas no secundário

Anabela Magalhães

1 COMMENT

  1. Acho muito curiosa esta do poder dos diretores. O que os professores querem mesmo é o seu fim.
    Há muita gente apostada na manutenção deste REGIME, com algumas alterações de cosmética. Enfim!

    É URGENTE QUE OS PROFESSORES SOLTEM A SUA VOZ, QUE DIGAM O QUE LHES VAI NA ALMA, SEM RECEIOS!
    O MOMENTO É CRUCIAL!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here