Início Educação Ministro da Educação Quer Erradicar Fenómenos de Violência no…Desporto

Ministro da Educação Quer Erradicar Fenómenos de Violência no…Desporto

635
0

O que me parece curioso é que se fala de violência doméstica, violência no desporto, violência, violência, violência e nem uma palavra sobre a violência escolar!

Só não vê quem não quer, e o que se vê é um abismal não querer saber, um tenebroso soprar para o lado, como se de uma não questão se tratasse!

Como se já não bastasse a forma como este governo tem tratado os professores na sua carreira, e na sua valorização social, ainda temos uma Escola Pública com Cancro (a violência escolar é apontada por todos, os que se preocupam, como sendo o cancro escolar) que teima em não aparecer nos diagnósticos prioritários do Governo, nem dos restantes partidos com lugar cativo no hemiciclo. Leia aqui Ja Lhe Parti O Focinho Santana Castilho

Até quando irão continuar a ignorar este problema! Até quando irão considerar normal que um aluno agrida um professor, nem sequer verbalmente deveria ser aceite, quanto mais fisicamente!

Será que é preciso que morram professores?

Ressalvo, é importante erradicar a violência da sociedade em geral, mas acredito que se a eliminássemos  na sua base, a escola, o trabalho seguinte estaria facilitado, porque é ali, na escola, que começa tudo, começa a impunidade que posteriormente será levada para a sociedade.

Deixo a notícia e pergunto se não seria possível criar um projeto de tolerância zero para a Escola Pública Portuguesa?

Alberto Veronesi


O ministro da Educação assegurou, a propósito do lançamento da campanha “Violência Zero”, que o governo está apostado em acabar com os casos de violência, racismo e xenofobia nos recintos desportivos.

“A violência não pode ter lugar nem estar associada aos eventos desportivos. O desporto está marcado por momentos inesquecíveis e é bom que esses sejam só momentos positivos e não casos de violência, que traumatizam, deixam marcas e afastam as pessoas do desporto. A violência no desporto tem der ser zero”, afirmou Tiago Brandão Rodrigues.

Num momento em que a época desportiva se aproxima do fim, o titular da pasta da Educação admite que o lançamento da campanha não é uma coincidência e que é também uma aposta na prevenção.

“É nesta altura da época que o tema da violência no desporto fica mais agudizado e há maior incidência de casos. Por isso, concluímos que esta era a janela de oportunidade ideal para atuar com uma campanha vasta de sensibilização”, disse o ministro, frisando que “sempre que exista um caso de violência no desporto, será um caso a mais”.

Sobre o tema da violência, Tiago Brandão Rodrigues recordou que o lançamento desta iniciativa não é um ato isolado e que o governo tem apostado nesta área através de um conjunto de iniciativas.

“Em Conselho de Ministros foi aprovado um conjunto de alterações à lei no combate à violência, que está há seis meses na Assembleia da República para aprovação. Estas propostas de alteração à lei implicam um aumento da celeridade processual, com propostas exclusivas para os grupos organizados de adeptos com a criação de um cartão de adepto, e reforçam também as mensagens punitivas nos casos de racismo, de violência e xenofobia em ambiente desportivo”, realçou o ministro da Educação.

A campanha “Violência Zero” conta com um ‘spot’ publicitário que será emitido nos vários canais televisivos, um site — www.violenciazero.gov.pt — e uma forte presença nas redes sociais, tendo o apoio da Liga Portugal, da Federação portuguesa de Futebol, do Comité Olímpico de Portugal, do Comité Paralímpico de Portugal e da Confederação de Desporto de Portugal.

Fonte: 24.sapo.pt
COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here