Home Escola Metade dos Pais quer ensino à distância. Lá se vai a unanimidade…

Metade dos Pais quer ensino à distância. Lá se vai a unanimidade…

443
0

O Primeiro-Ministro falou em unanimidade, pois alguns sindicatos, diretores e até a CONFAP defenderam a manutenção das escolas abertas. Mas a homóloga CNIPE realizou um inquérito que contou com mais de 5000 mil respostas, mostrando claramente que a unanimidade só existe na cabeça dos que a querem defender.

O título deste artigo segue a mesma bitola, dando hipotéticas certezas pois a amostragem apesar de significativa não revela o que vai na cabeça de 3 a 4 milhões de pais.

É fácil iludir e enganar a opinião pública, basta ter um microfone à frente e ter uns quantos aliados a emitir a mesma cartilha…


Confederação Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE) alertou esta quarta-feira que nem todos os pais querem que as escolas permaneçam abertas, apoiando-se num inquérito que revela que quase metade defende o ensino à distância.
Os pais estão divididos quanto às medidas que devem ser aplicadas às escolas durante o confinamento”, contou à Lusa o presidente da CNIPE, Rui Martins.
A informação baseia-se no inquérito ‘online’ realizado pela CNIPE ao qual responderam mais de cinco mil pessoas (5.022).
Quase metade (46,4%) defendeu que a melhor solução era que as escolas passassem “todas a regime à distância”, segundo os resultados do inquérito.
Os restantes inquiridos dividiram-se entre os 18,3% que acham que as aulas devem continuar tal como estão (com ensino presencial) ou os 11,8% que defendem que apenas os alunos mais velhos (do 3.º ciclo e secundário) devem voltar a ter aulas à distância.
Há também quem entenda que a melhor solução era um regime misto: Duas semanas de aulas em regime presencial e duas semanas à distância foi a opção escolhida por 8% dos inquiridos.
Fonte: TVI24

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here