Home Escola ILC | CONSEGUIMOS!!! 20 MIL ASSINATURAS!!! E a Plataforma crashou…

ILC | CONSEGUIMOS!!! 20 MIL ASSINATURAS!!! E a Plataforma crashou…

4135
16

A última assinatura visível foi 19999… Por isso só podemos concluir que atingiu as 20000 assinaturas e crashou 😉

Atualização 21h10

Uma simples ideia que foi crescendo com o tempo, tornando-se no movimento que todos conhecemos. Julgo que não farei nenhuma inconfidência, mas desde o aparecimento da ILC, que o email do blogue fervilha com conversas, opiniões, debates, de todos aqueles que pertencem à comissão e respetivos promotores da ILC. Esta Iniciativa tornou-se realidade, graças a este grupo incrível de professores, e mais uns quantos que surgiram e tomaram esta iniciativa como deles. É verdade, é deles, é de todos nós e por todos nós.

Não posso também ignorar o que se passou nas redes sociais, foi arrebatador, e esta ILC mostra também uma mudança na forma de exercer a cidadania, em formato digital.

A todos o meu sincero obrigado!!! Foram realmente brilhantes!!! Brilhantes!!!

Não é altura de lembrar quem não esteve connosco, já somos 20 mil e 20 mil são suficientes.

Foi/É uma luta genuína, sem jogos de bastidores, de gente com alma de professor, com uma abordagem nova, com um discurso novo, um discurso virado para os professores, escrito/dito muitas vezes com o coração.

O futuro não conhecemos, a ILC fará o seu percurso, mas mesmo que o seu destino seja o chumbo no Parlamento, a título muito pessoal posso dizer-vos que já valeu a pena e nunca mais esquecerei este momento… nunca mais…

Obrigado a todos. 😉

Alexandre Henriques

P.S – Quem quiser assinar pode ainda fazê-lo (quando a plataforma voltar a funcionar), pois queremos ganhar uma margem para eventuais irregularidades que possam existir em algumas assinaturas (se a plataforma permitir).

 

Tempo de serviço nas mãos dos deputados

Iniciativa Legislativa de Cidadãos (ILC) para a recuperação de todo o tempo de serviço deverá dar entrada no Parlamento já na próxima semana, uma vez que se encontra à beira das 20.000 assinaturas que são exigidas. Na tarde desta sexta-feira contava com 19.263.

A comissão que coordena esta iniciativa espera agora que o Parlamento aproveite o debate em torno desta ILC para “dignificar a imagem dos professores, dedicando-lhe a atenção devida, com celeridade, e repondo a justiça, depois de mais de uma década de maus tratos à profissão”, disse ao PÚBLICO um dos seus membros, o professor de História Luís Braga.

Segundo Luís Braga, a comissão vai tentar agendar reuniões com os grupos parlamentares para os “sensibilizar para a importância de acolherem esta ILC como uma proposta de cidadãos que, por existir, valoriza o Parlamento”. E também para sublinhar a “importância de que o debate seja rápido”.

Mas como o Parlamento entra de férias no final do próximo mês, o mais provável é que este debate aconteça só na próxima sessão legislativa, que se inicia em Setembro.

As ILC visam a aprovação pelo Parlamento de propostas de lei apresentadas por cidadãos, cuja apreciação é obrigatória desde que cumpram os requisitos exigidos. No caso desta iniciativa propõe-se que os deputados aprovem que os nove anos, dois meses e quatro dias em que as carreiras dos docentes estiveram congeladas sejam contabilizados, “na totalidade”, para efeitos de progressão e que os efeitos remuneratórios desta recuperação entrem “em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2019”.

“A pior coisa que o Parlamento poderia fazer era retardar o apelo que os cidadãos fizeram ao assinar”, sublinha Luís Braga, acrescentando que “as formalidades regimentais seguintes à apresentação não são muito complexas e podem ser simplificadas com boa vontade”. Foi o que aconteceu, aliás, com a proposta de lei para forçar a abertura de um novo concurso de professores, que foi aprovada pela assembleia em Maio passado.

Esta é a sexta Iniciativa Legislativa de Cidadãos da história da democracia portuguesa. Das cinco apresentadas anteriormente pelo menos uma, que estipulava o fim dos abates nos canis municipais, foi aprovada pelo Parlamento.

Atualização: 21h51

Petição força deputados a votar contagem integral da carreira

(Público)

16 COMMENTS

  1. Sim, é preciso continuar com as assinaturas. Haverá, certamente, irregularidades nas assinaturas e, infelizmente, desconfio, deve ter havido irregularidades premeditadas…

  2. Como é que uma pessoa que tem Bilhete de Identidade com validade “vitalício” pode assinar? No campo para a validade só é permitido uma data…

  3. Agora vamos ao passo seguinte! Já!
    Espero que o Parlamento não vá ainda fazer estudos e comissões… e deixe tudo para depois das férias! É agora a altura certa!
    Não podemos deixar de lutar, agora mais que nunca!

  4. Ontem eu dizia, na sala dos Diretores de turma: “Temos colegas brilhantes!”. Sinto que está a acontecer uma mudança de paradigma, os professores a tomarem o seu destino, com as suas próprias mãos _ de forma sábia e corajosa. Os professores não precisam de guias, cabe-lhes ser a vanguarda; 0 exemplo.
    Parabéns!
    “A todos o meu sincero obrigado!!! Foram realmente brilhantes!!! Brilhantes!!!”

  5. Muito, muito feliz. Parabéns a todos. Agora é arrepiar caminho.

    Forte abraço, Alexandre.

  6. Devemos estar gratos aos promotores da iniciativa, sem dúvida! Um enorme agradecimento a todos.
    E continuemos a campanha! Cuidado com as surpresas desagradáveis. Precisamos de mais assinaturas para prevenir eventuais lapsos ou falhas. Não abrandemos!

  7. Agora temos de fazer duas coisas;
    1 – contnuar a assinar para colmatar possíveis irregularidades;
    2 – conseguir provar e demonstrar sem qualquer dúvida, que os deputados votaram uma recomendação sobre a contagem do tempo de serviço e sobretudo relembrar o que aprovaram.
    Parabéns…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here