Home Rubricas Humanidade precisa-se!

Humanidade precisa-se!

141
1

Não é permitido exceder o número de palavras, nem abordar outros assuntos que não o ordenado, a utilização de recursos expressivos deve ser mínima sob pena de levar com um risco encarnado de uma ponta da folha à outra. As obras literárias são escolhidas e são-nos entregues de bandeja. Bem-vindo à escola, onde abusar da profundidade da imaginação… é mentira! Somos recrutas ensinados a não contrariar e a não duvidar da informação que nos é dada e, mais tarde, faremos o mesmo com a publicidade, com as notícias corruptas e com os falsos factos que nos forem inoculados. A capacidade de argumentação e de auto-raciocínio é eliminada, e em vez de um arco-íris de possibilidades temos escrita a preto e branco.

Voltemos por segundos às raízes, já dizia o velho ditado que “a educação começa em casa” e, digam o que disserem, é completamente diferente a maneira de absorver informação de um aluno que vive numa casa de pedra daquele que nunca viu o mar. Claro que seria injusto rezar ao sistema para que se adaptasse a tanta diversidade de almas, mas pior ainda, é exigir a tanta criança que se conforme na margem, quando existem tantas possibilidades que não são apresentadas. Antes de um caminho ser escolhido é necessário alertar a um ser (ainda não totalmente fixo em personalidade) que ele próprio pode construir um caminho, sem necessitar de percorrer um trajeto já várias vezes pisado. É urgente pôr um travão na ideia de conforto! É fundamental educar para o desenvolvimento sustentável; ensinem-lhes que dinheiro não é comestível ou inalável, que por mais conhecimentos científicos adquiridos, vivemos numa era com escassez de valores. Humanidade precisa-se!

Martha Freitas, aluna.

1 COMMENT

  1. Muito bom Martha, é tempo, de como bem o fez aqui, fazer mais, escrever mais, opinar mais, ter o direito de cidadania e exercê-lo com respeito e educação, como bem aqui o faz.

    E incentivar outras e outros da sua idade a fazê-lo, para ajudarem o País a ficar-nos melhor.

    Tendo ideias, dando ideias, e não esperando que alguém o faça, ou criticando tudo e todos por não o fazerem , ou mal o fazerem!!!!

    Força.

    Um abraço do

    Augusto

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here