Home Escola Guião Orientador Das Respostas Sociais, Creche, Creche Familiar E Ama

Guião Orientador Das Respostas Sociais, Creche, Creche Familiar E Ama

3452
3

Eis o documento da polémica…

A DGS continua a afirmar que as crianças não devem aproximar-se umas das outras, isto é como dizer a alguém, “olhe, agora não respire e continue com a sua vida…”

Escrever algo só para descartar responsabilidades, sabendo que tal nunca irá acontecer é querer fugir a essas mesmas responsabilidades. Não é por acaso que as Educadoras vão apresentar uma declaração de exclusão de responsabilidade e muitos pais não irão “depositar” as crianças.

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?
Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [207.38 KB]

 

3 COMMENTS

  1. Por amor da santa.. . Decidam-se
    Muitos Países mantiveram as creches abertas.
    O problema coloca-se agora e vai colocar-se em setembro. Vai ser igual em Setembro
    Portanto a questão é:
    Abrem com regras?
    Abrem sem regras?
    Ou é aquilo que de facto move a discussão. Não querem é abrir. Ponto!
    No fundo é isso que se quer. Mas em setembro é igual. Ou querem afinal obrigar as crianças a ficar em casa meses e meses e meses… Nessa altura já não existem os tais traumas nem problemas . É isso? Aliás se podem estar meses e meses sem abrir é melhor fecharem de vez? Não será? Se não servem para ajudar agora , para que servem?
    Tendo de abrir, as regras são necessárias. Seja de que forma for. Mesmo que pedagogicamente com regras erradas. Isso não interessa nada agora. Só interessa, na medida do possível, proteger . Sejam claros. Querem abrir com regras ou não querem abrir? Esta é a única discussão. Nem agora nem em setembro obviamente.
    O resto é demagogia. Não se escondam atrás das regras . Que são aliás orientações. Se querem abrir, agora ou em setembro devem existir regras. Se não querem abrir … ok fecham-se de vez.
    Já agora não se esqueçam que as privadas fecham mesmo. E depois queixem-se do desemprego .

    • Sr.José Martins, acredito pelo seu comentário que não tenha filhos pequenos, nem trabalhe com crianças.
      A questão não é reabrir ou não as creches e sim as medidas completamente absurdas que estão em cima da mesa.
      Recuso me a deixar bebé numa espreguiçadeira, cadeira ou berçoum dia inteiro.
      Recuso me a sentar uma criança um dia inteiro com 2 ou 3 brinquedos á frente, sem poder brincar com os amiguinhos.
      Recuso me a negar colo a uma criança.
      Estou de acordo com a reabertura das creches, pois como disse, abrir agora em junho ou setembro o problema vai ser o mesmo, mas nestas condições para as crianças não.
      Devemos tomar todas as medidas de proteção, desinfetar, desinfetar, desinfetar deve ser uma constante, mas nunca sujeitar as crianças a estas medidas absurdas.

  2. Sinto uma enorme tristeza ao ler estas recomendações.
    É muito fácil escrever recomendações, que na prática são impossíveis de realizar, por falta de recursos materiais, humanos, financeiros, espaciais, etc.
    É inaceitável esta forma de exercício.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here