Início Notícias Grupo Luz Saúde Termina Convenção Com ADSE

Grupo Luz Saúde Termina Convenção Com ADSE

2069
0

A Ministra da Saúde e a ADSE desvalorizam, dizem que basta trocar de parceiros e pronto… O problema é se o privado atuar em conluio e boicotar a ADSE…

Esta situação deve ser levada muito a sério.

Fica a notícia:


O grupo Luz Saúde comunicou esta terça-feira que vai suspender o acordo de convenção com a ADSE a partir do dia 15 de Abril. Num comunicado enviado internamente aos seus colaboradores, citado pelo Eco, a empresa que abrange todos “os hospitais e clínicas da rede Hospital da Luz” diz que, “apesar de todos os esforços no sentido de o evitar”, vai “deixar de prestar os serviços ao abrigo das convenções celebradas com a ADSE” A partir das 22h desta terça-feira não serão marcadas consultas para datas após o dia 15 de Abril. A medida poderá afectar 250 mil utentes beneficiários da ADSE.

“Fazemo-lo com a convicção de que tentámos, até ao limite, encontrar um entendimento com a ADSE que permitisse: um acordo equilibrado para as partes no contexto da negociação de uma tabela que se encontra desactualizada para a prática de uma Medicina moderna, quer do ponto de vista de preços, sem alterações há mais de 20 anos, quer no que respeita à inexistência de actos médicos que fazem parte da rotina médica actual”, refere o comunicado da Luz Saúde.

A “não aplicação retroactiva de regras de regularização de facturação que consideramos manifestamente ilegais e que introduzem uma imprevisibilidade na nossa actividade que é impossível aceitar, já que implicam que no momento da prestação não seja possível saber a que preços estamos a praticar o serviço; e, sobretudo, a melhor defesa dos interesses dos seus beneficiários”, acrescenta.

A decisão da Luz Saúde sucede a do grupo José de Mello Saúde (das clínicas e hospitais da rede CUF), que também rompeu o acordo com a ADSE na segunda-feira. O PÚBLICO já tinha adiantado que ambas as companhias de saúde privada pretendiam suspender o acordo com a ADSE.

A suspensão do acordo obriga os beneficiários que recorrerem a estas unidades a pagar a totalidade dos cuidados de saúde, pedindo posteriormente o seu reembolso.

Fonte: Público

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here