Home Escola Grupo De Risco | Estes Professores Não Devem Regressar Ao Ensino Presencial

Grupo De Risco | Estes Professores Não Devem Regressar Ao Ensino Presencial

11468
0

Porque a saúde deve vir sempre em primeiro lugar e conforme foi ontem publicado, as escolas receberam orientações de como substituir estes professores.


Quais são os grupos de risco para a COVID-19?

Os grupos de risco são as pessoas com:

  • idade avançada (65 anos ou mais)
  • doenças crónicas pré-existentes como:
    • doenças cardiovasculares
    • diabetes (retirado a 5/5/2020)
    • doença crónica respiratória
    • hipertensão (retirado a 5/5/2020)
    • doença oncológica
  • sistema imunitário comprometido como doentes:
    • tratamentos de quimioterapia
    • tratamentos para doenças autoimunes (artrite reumatoide, lúpus, esclerose múltipla ou algumas doenças inflamatórias do intestino)
    • infeção VIH/sida

Fonte: SNS 24


Procedimento Das Escolas Para Os Professores Em Grupo De Risco

Atualização:

Retirado da Declaração de Retificação n.º 18-C/2020 de 5/5/2020

1 – No artigo 3.º («Aditamento ao Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março»), no n.º 1 do artigo 25.º-A, onde se lê:

«1 – Os imunodeprimidos e os portadores de doença crónica que, de acordo com as orientações da autoridade de saúde, devam ser considerados de risco, designadamente os hipertensos, os diabéticos, os doentes cardiovasculares, os portadores de doença respiratória crónica, os doentes oncológicos e os portadores de insuficiência renal, podem justificar a falta ao trabalho mediante declaração médica, desde que não possam desempenhar a sua atividade em regime de teletrabalho ou através de outras formas de prestação de atividade.»

deve ler-se:

«1 – Os imunodeprimidos e os portadores de doença crónica que, de acordo com as orientações da autoridade de saúde, devam ser considerados de risco, designadamente os doentes cardiovasculares, os portadores de doença respiratória crónica, os doentes oncológicos e os portadores de insuficiência renal, podem justificar a falta ao trabalho mediante declaração médica, desde que não possam desempenhar a sua atividade em regime de teletrabalho ou através de outras formas de prestação de atividade.»

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here