Início Escola Flexibilidade – Conteúdos Dos Exames Do 11.º Ano Foram “Encolhidos” – Atualizado

Flexibilidade – Conteúdos Dos Exames Do 11.º Ano Foram “Encolhidos” – Atualizado

2647
2

Como já muitos de nós, no terreno, tínhamos previsto, a flexibilização não é compatível com a forma como querem aferir os conhecimentos. Muitos foram os que avisaram, mas os que estão no gabinete, fazendo de conta que eram só os velhos do Restelo contra a mudança, fizeram aquilo que queriam e o que acontece agora?

Nestas questões educativas tem de haver honestidade inteletual e não apenas ideologias a implementar em “x” tempo! Sim o que acontece sempre é que quem chega à pasta da educação vem cheio de ideias novas e tem cerca de 3 anos e meio para as implementar…as marionetas, ou seja, os professores, cumprirão no terreno os desígnios dos iluminados da 24 de julho.

Hoje, o presidente do IAVE, veio confirmar a suspeita, diminuíram os conteúdos para todos serem avaliados sem haver prejudicados, e eu digo mais uma vez se baixa a bitola…é isto que queremos?


Os alunos do 11.º ano vão encontrar na próxima semana exames com menos matéria do que a que constava nas provas de anos anteriores, indica Luís Santos que é desde Fevereiro o novo presidente do Instituto de Avaliação Educativa (Iave), depois de ter liderado durante oito anos o Júri Nacional de Exame…

Fonte: Público

Os Exames Nacionais do 11º ano vão incidir sobre um conjunto mais restrito de matéria.

A garantia é dada este domingo pelo presidente do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), que explica que, com a flexibilização curricular que decorreu, em projeto-piloto em algumas escolas, o organismo responsável pela elaboração das provas teve de optar por um leque menor de conteúdos que podem sair nesses exames.

Em entrevista ao jornal “Público”, Luís Santos, presidente do IAVE, explica que com o projecto da flexibilidade curricular que esteve em vigor em mais de 200 escolas neste ano lectivo, este organismo teve que restringir a quantidade de matéria que, potencialmente, poderia sair nesse exame nacional e que aborda conhecimentos referentes ao 10º e 11º ano.

“Tinha de existir um referencial comum para ninguém ser prejudicado”, explica este responsável. No entanto, garante Luís Santos, esse “encolhimento” não significa que os exames nacionais tenham ficado mais fáceis.

Aquilo que ficou “tem o mesmo grau de profundidade”, garante o responsável ao “Público”.

A partir de amanhã mais de 150 mil alunos do ensino secundário iniciam a época de exames.

Exames nacionais com matéria mais próxima do que “os professores ensinam”

Esta semana, em entrevista à Renascença, o responsável do IAVE disseque o objetivo na elaboração dos exames nacionais tem passado por criar provas mais adequadas ao que é ensinado na escola.

“É uma das nossas preocupações: é que os exames, já que têm impacto nas práticas pedagógicas, que o tenham de uma forma positiva”, afirma Luís Pereira dos Santos.

À frente do IAVE desde fevereiro, o responsável disse à Renascença que este é um processo “que tem vindo a ser realizado desde há dois/três anos”.

“Não é um processo que vai começar agora, com a minha entrada, com a entrada do novo conselho diretivo”, mas algo que tem vindo a ser feito, com “algumas alterações cirúrgicas em alguns exames, de forma a que estejam mais ligados ao currículo, que é o que os professores ensinam e os alunos deveriam aprender”, indica.

“O que temos feito nos exames nos últimos anos é criar itens que obriguem a pensar, que obriguem a fazer inferências, a analisar documentos, textos, suportes e, portanto, não basta decorar, não é esse o objetivo”, diz ainda o presidente do IAVE, o instituto responsável pelo processo dos exames.

Fonte: RR

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho que deveriam acabar com os exames e o acesso ao ensino superior fazia-se através de entrevistas universitárias onde a linhagem familiar teria um peso considerável.
    Isto de pobres acederem a altos cargos tem de acabar. Matriculem-se em cursos profissionais e TESPs que o país precisa é de eletricistas e canalizadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here