Home Escola Facto: alunos com maior aptidão cardiorrespiratória tiram melhores notas

Facto: alunos com maior aptidão cardiorrespiratória tiram melhores notas

113
0

Prova:

medias-classificacoes-com-melhor-aptidao-cardiorrespiratoria

(Estudo realizado em Portugal com 1286 alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico)

 

Facto:

As crianças e jovens a partir dos 5 anos devem acumular pelo menos 60 minutos/dia de actividade física de intensidade no mínimo moderada. Pode ser conseguido através de jogos e brincadeiras activas livres e não estruturadas (sobretudo até aos 7-8 anos) ou da prática de um ou vários desportos, andar de bicicleta, nadar, ou dançar; dentro e fora da disciplina de Educação Física. É também importante a inclusão de actividades de intensidade mais vigorosa, e das que estimulam a força muscular, pelo menos 3 vezes por semana. O tempo total de écran de natureza recreativa (incluindo ver televisão) deve ser limitado a menos de 2h por dia a partir dos 5 anos. Até lá, deve ser evitado (0-2 anos) ou limitado a menos de 1 hora (2-4 anos).

Facto:

O que pode a actividade física e desportiva oferecer às crianças e adolescentes?

• Protecção contra a obesidade e a diabetes
• Redução da ansiedade e de sintomas depressivos
• Promoção de emoções positivas
• Melhoria da função cognitiva, da memória e do rendimento
• Melhoria da gestão da frustração e da persistência nas tarefas
• Estimulação da autonomia e da percepção de competência
• Melhoria da qualidade do sono
• Melhoria do autoconceito e da autoestima física
• Promoção de uma boa relação com o corpo e melhor imagem corporal
• Melhoria da aptidão física (força, agilidade, resistência, etc.)
• Melhoria da densidade mineral óssea e da massa muscular
• Melhoria das competências sociais e do trabalho de equipa
• Promoção de um vínculo mais forte à comunidade

O que falta fazer:

• Transmitir aos jovens (via professores de Educação Física e restantes professores) a importância de uma vida fisicamente activa, a par de outros comportamentos de saúde
•  Estabelecer a promoção da actividade física como meta prioritária dos departamentos de Saúde Escolar
• Estimular o uso das instalações e materiais desportivos da escola
Promover tempos adequados de “brincadeira activa” nos recreios. No primeiro e segundo ciclos do Básico, os espaços de recreio devem estimular o jogo e a brincadeira livre, com materiais adequados, marcações de jogos tradicionais e desportivos.
• Promover uma oferta estimulante e variada de actividades desportivas no âmbito do Desporto Escolar (campeonatos inter-turmas e interescolas, actividades gímnicas e expressivas)
• Enquadrar as actividades do Desporto Escolar em horários que potenciem a participação do maior número possível de alunos
• Promover a ligação com a comunidade e autarquias, abrindo as instalações das escolas fora do horário escolar
• Oferecer actividades recreativas, desportivas ou de lazer na escola, para os pais, famílias e comunidade, fora do horário escolar
• Incentivar o transporte activo (a pé ou de bicicleta) para a escola sempre que possível, com a participação dos pais se necessário

Acrescento… voltar a incluir a disciplina de educação física para a média de acesso ao ensino superior, aumentar a carga letiva obrigatória no 1º, 2º e 3º ciclo para 4 tempos semanais.

Queremos melhorar os resultados escolares, sigam as instruções de Pedro Teixeira, Professor da Faculdade de Motricidade Humana e autor deste artigo publicado hoje no jornal Público e que podem ler na íntegra no link em baixo.

Uma escola que brinca, pula e dança

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here