Home Escola Exames, o sol dos alunos que “brilhará” cada vez menos…

Exames, o sol dos alunos que “brilhará” cada vez menos…

86
0

sol tapadoA sensação avassaladora que antecede um exame é algo que marca para o resto da vida. A Benedita Mendonça, aluna de 17 anos, escreveu mais um excelente artigo para a revista Visão sobre esta “praga”, palavras da própria.

É muito interessante ler artigos dos “artistas” principais e ver o ensino pelos seus olhos, uma velha ambição desta casa e que continuo a tentar incluir nos meus quadros.

Fica o link e um excerto do texto

O SOL DOS EXAMES

Ah, meus queridos amigos, há tanto tempo. As saudades que eu tinha da vossa companhia. Seja durante o dia nas mil páginas de matéria que me obrigam a ler, ou à noite, naqueles pesadelos típicos que nos obrigam a acordar num mar de suor (e lágrimas), após vividamente arruinarem a nossa vida e todas as esperanças de um futuro.

Mas convenhamos, que esses sonhos são o melhor que nos pode acontecer. Não existe nada mais infalível para nos acordar, realmente acordar, do que um desses terrores noturnos. Conseguem mais do que qualquer pai exaltado a gritar “Vais desperdiçar o teu futuro!!!” cada vez que nos encontram com a cara enfiada no telemóvel, em vez daqueles livros de exame ridiculamente caros.

Ficamos desde já avisados, que só nos vai apetecer chorar de cada vez que abrirmos o feed do instagram e formos assaltados com fotografias típicas e ultrapassadas de verão, que também nós estamos ansiosos por postar. E depois voltamos à escuridão do nosso quarto, com aquele foco principal nas incontáveis réplicas de folhas brancas com letras pretas, onde tentamos sublinhar o mais importante (achamos nós), sempre perante o olhar de nojo do nosso pior inimigo, o espelho do nosso quarto. Não queremos nem pensar na nossa ausência de bronzeado, que torna a nossa cor igual à do copo de leite pousado na secretaria e vamos admitir, ultimamente é mesmo a ausência de qualquer tipo de cuidado.

E já agora uma notícia relacionada.

Mais de 160 mil inscritos nos exames do ensino secundário

O número de alunos inscritos para os exames do ensino secundário deste mês é de 160.018, mais do que no ano passado, revelam dados provisórios divulgados esta quarta-feira pelo Ministério da Educação.

No ano passado estavam inscritos 157.264 alunos. Ao todo são feitos 347.282 exames nacionais, um aumento face a 2015, quando foram feitos 339.758.

O número total de provas do secundário, este ano, ascende a 352.399, quando no ano passado foram de 344.977.
Algo que pelos vistos vai mudar brevemente…

Há menos alunos em todos os níveis do ensino básico ao secundário

Num só ano, entre 2013/2014 e 2014/2015, desapareceram das escolas cerca de 33.000 professores, dos quais 24 mil trabalhavam no ensino público. E inscreveram-se menos 25.700 alunos. A redução do número de professores foi um dos compromissos assumidos pelo Governo de Passos Coelho no memorando de entendimento com a troika e que foi concretizada, sobretudo, por via das alterações curriculares aprovadas pelo anterior ministro Nuno Crato, que levou ao afastamento de milhares de professores contratados das escolas.

Quanto aos alunos, o ensino público perdeu mais de 28 mil, enquanto o privado ganhava, no mesmo período, mais cerca de 2700 estudantes. Mas a proporção dos dois sectores continua estável: estavam no ensino público 1.236.204 alunos do pré-escolar ao secundário, o que corresponde a 79,7% do total (no ano anterior este valor era de 80,2%), enquanto no privado estudavam 314.522 (20,3%).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here