Home Escola Estudo em casa alargado ao ensino Secundário

Estudo em casa alargado ao ensino Secundário

251
0

Se a promessa e objetivo é não fechar escolas e todos os alunos terão computadores, o #Estudoemcasa passará a ser irrelevante.

Exceto para a população mais sénior que tanto apreciou este modelo de ensino. 😉


O Estudo em Casa vai voltar à RTP Memória. A partir de 14, primeiro dia de arranque para o ano letivo, serão repostas aulas já transmitidas no âmbito do período de recuperação das aprendizagens. Os novos conteúdos serão transmitidos a partir de 19 de outubro. O programa vai ser alargado ao ensino Secundário.

A nova telescola foi criada “numa situação de absoluta emergência” por causa do ensino à distância imposto pelo fecho das escolas a 16 de março e as transmissões vão manter-se durante todo o próximo ano letivo, entre 14 de setembro e 30 de junho, apesar de as aulas começarem em regime presencial, explicou esta quarta-feira o ministro da Educação.

“Valeu a pena. Foi fundamental ter esta ferramenta”, frisou Tiago Brandão Rodrigues, assumindo que o Estudo em Casa se transformou num instrumento de coadjuvação para os professores mesmo em ensino presencial. Além disso, assumiu aos jornalistas, no final da apresentação, também pode ser um apoio para alunos de uma turma que tenham de ficar em casa.

O Estudo em Casa vai funcionar entre as 9 e as 16.30 horas de segunda a sexta-feira, por blocos temáticos do 1.º ao 12.º ano. Este ano letivo, as aulas do 1.º e do 2.º ano serão transmitidas em blocos separados. E as aulas do 10.º. 11.º e 12.º apenas serão divulgadas na RTP Play.

“É uma ferramenta que não substitui o ensino presencial mas que veio para coadjuvar e vai perdurar além da pandemia”, insistiu o ministro.

O presidente do conselho de administração da RTP, Gonçalo Reis, frisou que o Estudo em Casa teve “um impacto enorme” e, por isso, vai tornar-se numa marca da televisão pública quer mesmo depois da pandemia manterá os conteúdos educativos e formativos na sua grelha. Além da RTP Memória, no final do anterior ano letivo, houve aulas transmitidas na RTP África e no próximo ano serão na RTP Internacional para chegar às comunidades emigrantes, garantiu.

Entre 14 de setembro e 30 de junho serão transmitidas mais de 5200 aulas. Mais de 100 professores vão estar envolvidos.

Fonte: JN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here