Home Notícias Estará a figura do diretor prestes a desaparecer?

Estará a figura do diretor prestes a desaparecer?

140
3

Filinto Lima, diretor, presidente da ANDAEP e colaborador desta casa, anda em périplo pelo país a ouvir os professores quanto à permanência ou não da figura de diretor. Segundo este, os professores preferem a sua permanência mas com uma base de eleição mais alargada.

A minha perceção é oposta, julgo que os professores preferiam o regresso do conselho executivo, mas não tenho dados que sustentem a minha opinião. Centrar tanto poder e responsabilidade numa só pessoa, julgo que não é benéfico para ninguém, inclusive para os próprios. A escola é uma coletividade e apesar de existir uma hierarquia, a figura do diretor pode colocar em causa a sua essência, a sua pluralidade.

No entanto tenho dados dos diretores e presidentes de conselhos gerais e o seu somatório aponta para um modelo colegial, não centrado no diretor.

A Escola deve ter um modelo de gestão
Estudo ComRegras – Palavra aos Diretores e Presidentes de Conselhos Gerais

Acredito que a alteração ao modelo de gestão esteja na agenda do Ministério de Educação, não será por acaso que assistimos à manifestação de intenções por parte da FENPROF e ANDAEP, cada uma a puxar para seu lado.

Resta saber de que lado ficará a tutela, entretanto de uma coisa estamos todos de acordo, a eleição do diretor tem de ter obrigatoriamente uma base mais alargada, uma base mais democrática.

 

FENPROF quer extinção do cargo de diretor

(SIC)

Escolas não querem abdicar da figura do diretor

(Leonor Watson – JN)

 

3 COMMENTS

  1. Engraçado… Conheço umas dezenas largas de professores e só tenho ideia de uns três ou quatro que são a favor da existência da figura de um Diretor com as atuais prerrogativas que lhe concede a lei… Aliás se há coisa que os professores querem ver extinta é a figura do Diretor…
    Já agora… nenhum diretor, nem nenhuma associação de diretores, tem o direito de falar em nome dos docentes que possuem associações próprias que os representam, a bem ou a mal, junto da tutela.

  2. Eu acho que sim devem continuar, afinal em alguns casos as escolas tornaram-se as casas deles! Nomeiam as esposas como subdiretoras/adjuntas quando o código do procedimento não o permite. As inspeções passam pelas escolas e fecham os olhos! Acho que sim é um modelo que serve os interesses, não os da comunidade educativa mas os de uns poucos que se servem da escola!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here